Busca avançada
Ano de início
Entree

Influencia da Salmonella enteritidis e Salmonella typhimurium sobre a microbiota intestinal de frangos de corte, após deleção dos genes pduA e ttrA: uma abordagem genômica

Processo: 20/07541-0
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de agosto de 2021
Vigência (Término): 31 de julho de 2022
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Patologia Animal
Pesquisador responsável:Angelo Berchieri Junior
Beneficiário:Mauro de Mesquita Souza Saraiva
Supervisor no Exterior: John Elmerdahl Olsen
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias (FCAV). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Jaboticabal. Jaboticabal , SP, Brasil
Local de pesquisa: University of Copenhagen, Dinamarca  
Vinculado à bolsa:18/21301-2 - Avaliação da infecção de aves (Gallus gallus domesticus) por Salmonella enteritidis, Salmonella typhimurium e Salmonella heidelberg contendo deleção dos genes ttrA e pduA, BP.PD
Assunto(s):Doenças das aves   Salmonelose animal   Transmissão de doenças animais   Metabolômica   Metagenômica   Salmonella enterica   Salmonella typhimurium

Resumo

É comum o surgimento de surtos de doenças humanas transmitidas por alimentos em todo o mundo, causados pelo consumo de produtos avícolas contaminados com Salmonella enteritidis (SE) e Salmonella Typhimurium (ST). Experimentos realizados com mamíferos mostraram que as salmonelas entéricas são capazes de usar o processo inflamatório provocado por elas como fonte de energia para sobreviver e se multiplicar dentro do intestino. Esse processo está associado ao metabolismo do tetrationato (ttr) como subproduto da resposta inflamatória intestinal do hospedeiro. Após o esgotamento do ttr, o patógeno utiliza o propanodiol (pdu) como fonte de energia. Portanto, a resposta inflamatória intestinal do hospedeiro promove uma multiplicação bacteriana eficiente no lúmen intestinal, com consequente colonização e aumento da transmissão fecal-oral. Tendo em vista a importância dos alimentos para aves na salmonelose transmitida por alimentos, investigaremos a relevância de genes relacionados ao metabolismo de tetrationato e propanodiol na colonização intestinal de Salmonella em galinhas. Em nosso estudo anterior, propusemos construir cepas SE, ST e SH contendo as deleções dos genes ttrA e pduA para avaliar seu comportamento durante a infecção. No entanto, resultados preliminares mostraram que o mutante SE foi excretado nas fezes, bem como, provocou infecção sistêmica por mais tempo que a cepa do tipo selvagem. Para esclarecer os dados obtidos, propomos a realização de uma infecção de frangos de corte com os mutantes STM e SE, através de abordagens metagenômicas e metabolômicas. O conhecimento adquirido pode esclarecer a relação entre as bactérias mutantes e o microbioma intestinal do hospedeiro. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)