Busca avançada
Ano de início
Entree

Nutriepigenética do desenvolvimento muscular de bovinos de corte provenientes de programação fetal

Processo: 20/11515-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de novembro de 2020
Vigência (Término): 31 de agosto de 2021
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Zootecnia - Genética e Melhoramento dos Animais Domésticos
Pesquisador responsável:Miguel Henrique de Almeida Santana
Beneficiário:Roberta Cavalcante Cracco
Instituição-sede: Faculdade de Zootecnia e Engenharia de Alimentos (FZEA). Universidade de São Paulo (USP). Pirassununga , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:17/12105-2 - Fenômica da programação fetal na produção de bovinos de corte: uma abordagem sistêmica, AP.JP
Assunto(s):Nutrição pré-natal   Nutrição da mãe   Métodos para melhoria da produtividade   Crescimento animal   Carne bovina   Transcriptômica   Epigênese genética   Gado Nelore

Resumo

O Brasil é um dos grandes contribuidores para o consumo de carne bovina no mundo, afinal é o maior exportador e maior produtor desta commodity, além de possuir o segundo maior rebanho no mundo. No entanto, o sistema de produção mais aplicado no país, Cerrado-Brachiaria-Nelore, é caracterizado por desafios ambientais que levam à alteração nutricional das pastagens, de tal forma que prejudique o desempenho zootécnico dos bovinos que dela consomem, mostrando que o país está aquém do real potencial produtivo. Alterações na nutrição da mãe durante a gestação podem influenciar a saúde e produtividade da prole à longo prazo. A suplementação da matriz durante a gestação pode trazer alterações positivas para a progênie, algo conhecido como programação fetal (PF). Estudos apontam que a condição nutricional da matriz durante a gestação pode programar o desenvolvimento do músculo esquelético, e modificações epigenéticas são os meios primários por onde a programação fetal é expressa. Com isso, o objetivo do presente trabalho é utilizar transcriptômica para avaliar as principais modificações epigenéticas que ocorrem em animais submetidos à programação fetal e construir redes de co-expressão gênica para avaliar as vias metabólicas afetadas por estes processos. Para tal, serão utilizados 63 bovinos Nelore, filhos de um único touro, divididos em três planos nutricionais de suas progenitoras durante a gestação: S das matrizes receberam suplementação proteico-energética por toda gestação, outro S das matrizes somente no terço final e S não receberam esse estímulo nutricional. Amostras do músculo Longissimus dorsi foram coletadas aos 30d, 15 e 22 meses. A expressão de genes relacionados à modificações epigenéticas será acessada utilizando o software SALMON. Os lncRNA serão identificados por meio de filtros utilizando bioinformática e terão sua expressão diferencial testada entre os tratamentos utilizando o pacote edgeR. As redes de co-expressão serão construídas com WGCNA e o enriquecimento funcional será obtido por meio do KEGG e Blast2GO. Os resultados desse projeto poderão evidenciar os efeitos nutriepigenômicos no desenvolvimento muscular de bovinos de corte. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)