Busca avançada
Ano de início
Entree

Maturidade sexual fisiológica do caranguejo-terrestre Johngarthia lagostoma (H. Milne Edwards, 1837) (Crustacea: Brachyura: Gecarcinidae), na Ilha da Trindade, Brasil

Processo: 20/09968-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de outubro de 2020
Vigência (Término): 30 de setembro de 2021
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Zoologia - Morfologia dos Grupos Recentes
Pesquisador responsável:Marcelo Antonio Amaro Pinheiro
Beneficiário:Letícia Stela Bispo da Silva
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IB-CLP). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus Experimental do Litoral Paulista. São Vicente , SP, Brasil
Assunto(s):Taxonomia dos grupos recentes   Reprodução animal   Maturidade sexual   Conservação   Gônadas   Crustáceos

Resumo

Johngarthia lagostoma (H. Milne Edwards, 1837) é um caranguejo terrestre da família Gecarcinidae, endêmico de ilhas oceânicas e considerado espécie chave de grande relevância ecológica. Atualmente sua distribuição se restringe a quatro ilhas do Oceano Atlântico: Fernando de Noronha, Atol das Rocas, Ascensão e Trindade. Avaliações recentes indicaram a espécie como ameaçada de extinção, pela restrita distribuição e por impactos antrópicos. Na Ilha da Trindade, percebe-se um diferencial para estudos sobre a biologia e distribuição de J. lagostoma: o isolamento genético em um ambiente prístino. O presente projeto visa avaliar a maturidade sexual fisiológica de J. lagostoma, na Ilha da Trindade, comparando os tamanhos de maturidade obtidos com outros estudos sobre caranguejos terrestres da Família Gecarcinidae. Os animais foram coletados previamente (Projeto Universal CNPq n. 404224/2016) em diferentes ambientes da ilha, sendo considerados cinco indivíduos por classe de tamanho (LC, largura cefalotorácica) de 10mm para cada sexo. Cada exemplar foi submetido a biometria (LC) com paquímetro e, após dissecção, será estabelecido o estágio de desenvolvimento macroscópico das gônadas, sendo caracterizados como: imaturo (IM), em maturação (EM) e maturo (MA). Aqueles identificados como adultos (EM+MA), para cada sexo, serão dispostos de forma cumulativa ao longo das classes de tamanho (LC), ajustados a uma curva sigmóide e obtendo o tamanho no início de maturidade sexual (LC50%). Os resultados deste estudo auxiliarão no manejo da espécie, devido estar sob ameaça de extinção, que requer maior número de estudos bioecológicos que visem sua melhor conservação e manejo.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)