Busca avançada
Ano de início
Entree

Um estudo em ontologia dos números

Processo: 20/08214-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de setembro de 2020
Vigência (Término): 31 de agosto de 2021
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Filosofia - Metafísica
Pesquisador responsável:Giorgio Venturi
Beneficiário:Gabriel Andersen Eugênio
Instituição-sede: Instituto de Filosofia e Ciências Humanas (IFCH). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:16/25891-3 - Arbitrariedade e genericidade: ou sobre como falar do indizível, AP.JP
Assunto(s):Ontologia (filosofia)   Realismo   Matemática

Resumo

Muitos matemáticos debruçam-se cotidianamente no estudo de objetos matemáticos, como conjuntos, funções, matrizes, etc. Todavia, até que ponto podemos dizer que essas entidades existem? Essa parece uma questão difícil inclusive quando tratamos das entidades matemáticas que, aparentemente, são as mais fundamentais como é o caso dos números. Além disso, assumir uma das posições, ou seja, dizer que essas entidades existem ou não, levam a novas complicações filosóficas, pois, se números existem, que tipo de objetos eles são? Se não existem, como podemos lidar com o atual desenvolvimento da matemática ou com o modo como a estudamos? Devemos mudar a prática matemática caso os números não existam? O presente projeto é uma proposta de estudo sobre essas questões. Desse modo, trataremos de ontologia em matemática, mais especificamente sobre ontologia dos números, e que tipo de consequências filosóficas são acarretadas por defender uma das teses nessa área, isto é, realismo ou anti-realismo.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)