Busca avançada
Ano de início
Entree

Possível papel do ácido biliar TUDCA na atenuação da sarcopenia em camundongos senis

Processo: 20/04265-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de setembro de 2020
Vigência (Término): 31 de julho de 2021
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Fisiologia - Fisiologia de Órgãos e Sistemas
Pesquisador responsável:Helena Cristina de Lima Barbosa
Beneficiário:Marina dos Santos Carvalho
Instituição-sede: Instituto de Biologia (IB). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Fisiologia endócrina   Metabolismo dos lipídeos   Envelhecimento   Glicogênio fosforilase muscular   Sarcopenia   Ácidos e sais biliares   Camundongos

Resumo

A organização mundial de saúde estipula que, até 2050, a população será composta de 2 bilhões de idosos acima de 60 anos, aproximadamente 122% amais que a população idosa atual. Com o envelhecimento, torna-se mais recorrente o aparecimento de doenças crônicas como diabetes, doenças cardiovasculares, entre outras mudanças sensoriais e corporais, como o aumento de tecido adiposo branco e a perda da massa muscular. A perda de massa e/ou força muscular, sarcopenia, está relacionada a mudanças hormonais, resistência à insulina, sedentarismo e falta de exercícios físicos, decorrentes do envelhecimento. A condição de sarcopenia torna idosos mais dependentes e propensos a desenvolver outras doenças. Para o tratamento dessas doenças crônicas relacionadas à idade, destacam-se os ácidos biliares, capazes de regular o metabolismo lipídico, energético e glicêmico. Dentre eles, o TUDCA apresenta grande relevância, por ser capaz de melhorar a secreção e a sensibilidade à insulina, reduzir o peso corporal e a glicemia, inibir a morte celular nos hepatócitos e reduzir o estresse do retículo endoplasmático em diversos tipos celulares. Pouco se sabe sobre os mecanismos desencadeados nas células musculares causados pela administração deste ácido no organismo. No entanto, resultados preliminares do nosso grupo mostram que o TUDCA é capaz de reduzir a adiposidade e aumentar a massa muscular de camundongos senis. Acreditamos que esses resultados podem indicar modulações de compensação nas vias de degradação e síntese proteica, possivelmente resultando em melhora do quadro de sarcopenia. Portanto, com este projeto, propomos investigar o papel do ácido biliar TUDCA sobre a sinalização de síntese e degradação proteica nos músculos gastrocnêmio e sóleo, bem como estoques de glicogênio muscular, avaliando seu potencial no tratamento dasarcopenia em camundongos senis.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)