Busca avançada
Ano de início
Entree

Variação altitudinal de Batrachochytrium dendrobatidis em anfíbios continentais e insulares

Processo: 20/02994-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de julho de 2020
Vigência (Término): 30 de junho de 2024
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Ecologia
Pesquisador responsável:Luis Felipe de Toledo Ramos Pereira
Beneficiário:Julia Renata Ernetti
Instituição-sede: Instituto de Biologia (IB). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:16/25358-3 - O fungo quitrídio no Brasil: da sua origem às suas consequências, AP.TEM
Bolsa(s) vinculada(s):22/07125-2 - Ligando padrões espaço-temporais de interações hospedeiro-microbioma à resistência a doenças em anuros da Mata Atlântica, BE.EP.DR
Assunto(s):Conservação   Quitridiomicetos   Anfíbios   Infecção   Virulência   Sazonalidade   Mata Atlântica
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:Amphibia | Conservação | Doença infeciosa | Mata Atlântica | sazonalidade | Conservação

Resumo

A Quitridiomicose, doença infecciosa causada pelo fungo Batrachochytrium dendrobatidis (Bd), é associado a declínios e extinções de anfíbios em todo o mundo. Diferentes fatores contribuem para emergência do patógeno na natureza. A altitude e a disponibilidade de habitat podem determinar a estrutura de comunidades de hospedeiros, e influenciar diretamente a dinâmica do patógeno. A hipótese do efeito de diluição prevê que uma maior diversidade de hospedeiros em uma comunidade tende a apresentar redução nos níveis da doença. Assim, baseado na premissa do efeito de diluição, pode ser esperado que em áreas onde é observado um padrão de diminuição da riqueza com o aumento da elevação, e em habitats que suportam comunidades menos estruturadas, como ambientes insulares, pode surgir um efeito de amplificação da doença. O presente projeto de tese tem como objetivo investigar os efeitos da diversidade de anfíbios nas taxas de infecção por Bd em gradientes de elevação em ambientes insulares e continentais na Mata Atlântica. Além disso, buscamos avaliar a virulência da infecção de diferentes isolados de Bd, e melhor compreender como a sazonalidade influência nos padrões de prevalência e infecção do patógeno na Mata Atlântica brasileira. Esse trabalho deve contribuir diretamente para a compreensão de padrões do Bd sobre as comunidades de anuros neotropicais, e disponibilizará importantes informações sobre a emergência e distribuição do patógeno na natureza, essenciais para a elaboração de estratégias de conservação futuras. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
DELAZERI, FRANCIELI; ERNETTI, JULIA R.; DE BASTIANI, VELUMA I. M.; LINGNAU, RODRIGO; TOLEDO, LUIS FELIPE; LUCAS, ELAINE M.. Forest cover influences chytrid infections in populations of Boana curupi, a threatened treefrog of south Brazil. DISEASES OF AQUATIC ORGANISMS, v. 144, p. 133-142, . (20/02994-7, 16/25358-3, 19/18335-5)

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.