Busca avançada
Ano de início
Entree

Desvendando o papel da translocação CRTC1-MAML2 no Carcinoma Mucoepidermoide de glândula salivar: um estudo clínico-patológico, molecular e proteômico

Processo: 19/26676-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de setembro de 2020
Situação:Interrompido
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia
Pesquisador responsável:Pablo Agustin Vargas
Beneficiário:Maria Eduarda Pérez de Oliveira
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia de Piracicaba (FOP). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Piracicaba , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):21/10810-6 - Biotinilação dependente de proximidade para a identificação de proteínas que interagem com células de glândula salivar transfectadas com a translocação CRTC1-MAML2, BE.EP.DR
Assunto(s):Patologia bucal   Carcinoma mucoepidermoide   Glândulas salivares   Proteínas   Técnicas in vitro   Proteômica   Espectrometria de massas   Biologia computacional

Resumo

O Carcinoma Mucoepidermoide (CME) é o tumor maligno mais comum de glândula salivar. A translocação CRTC1-MAML2 é detectada em aproximadamente 50% dos casos de CME. Alguns autores sugerem que este evento esteja associado com um melhor prognóstico para os pacientes, entretanto resultados discrepantes foram identificados recentemente. O mecanismo de ação da CRTC1-MAML2 é complexo e pode influenciar diversas vias importantes no desenvolvimento tumoral. Portanto, o estudo dessa translocação e de seus produtos é relevante para o melhor entendimento da tumorigênese do CME e subsequente desenvolvimento de terapias alvo efetivas. Os objetivos deste estudo inovador e multidisciplinar são (1) identificar o valor prognóstico da CRTC1-MAML2 em uma amostra representativa de CME; (2) compreender se a translocação influencia o perfil proteômico do CME; (3) compreender como proteínas chave identificadas como desreguladas em amostras de pacientes com CME influenciam o desenvolvimento tumoral em modelo in vitro. Inicialmente investigaremos a presença de CRTC1-MAML2 e compararemos o tempo de sobrevida de pacientes CME Translocação-Positiva (TP) e CME Translocação-Negativa (TN). O perfil proteômico dos casos TP e TN será determinado através da espectrometria de massas. Após a análise por bioinformática serão selecionados alvos proteicos promissores que pareçam estar envolvidos com o desenvolvimento e progressão tumoral. Iremos avaliar o papel destas proteínas na regulação da sobrevivência, invasão, migração celulares e ativação de vias de sinalização em linhagens primárias CME, nas quais a translocação foi induzida através de transfecção do vetor CRTC1-MAML2 de maneira estável. Assim, o presente projeto de pesquisa pretende contribuir para um melhor entendimento do papel da translocação CRTC1-MAML2 no desenvolvimento e progressão tumoral do CME, podendo trazer contribuições diagnósticas, prognósticas e terapêuticas para os pacientes. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
MARIA EDUARDA PÉREZ-DE-OLIVEIRA; WILLIE VAN HEERDEN; ANA CAROLINA FRAGOSO MOTTA; CARLA ISABELLY RODRIGUES-FERNANDES; MÁRIO JOSÉ ROMAÑACH; MICHELLE AGOSTINI; LUIZ ALCINO MONTEIRO GUEIROS; PABLO AGUSTIN VARGAS; MÁRCIO AJUDARTE LOPES; ANA CAROLINA PRADO RIBEIRO; et al. The need for communication between clinicians and pathologists in the context of oral and maxillofacial diseases. Brazilian Oral Research, v. 36, . (19/26676-7)

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.