Busca avançada
Ano de início
Entree

Precarização das condições de trabalho no Brasil (2012 - 2019)

Processo: 19/23827-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de setembro de 2020
Vigência (Término): 31 de agosto de 2021
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Sociologia - Outras Sociologias Específicas
Pesquisador responsável:Davisson Charles Cangussu de Souza
Beneficiário:Renata Falavina Cardoso de Oliveira
Instituição-sede: Escola de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (EFLCH). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus Guarulhos. Guarulhos , SP, Brasil
Assunto(s):Sociologia do trabalho   Precarização do trabalho   Condições de trabalho   Força de trabalho   Desemprego   Análise crítica do discurso

Resumo

O presente projeto propõe uma análise crítica acerca do recente processo de precarização das condições de trabalho no Brasil. Pretende verificar a forma de ser da exploração da força de trabalho brasileira de 2012 a 2019; para, assim, identificar os intervalos de maior e menor degradação das condições de trabalho no período. Tal propósito compreenderá a análise das dimensões da precarização das condições de trabalho e das correlações entre os indicadores que versam sobre tais dimensões. Assim, as alterações verificadas na seara do desemprego, da informalidade e do rendimento, aqui entendidos como dimensões da precarização das condições de trabalho; serão avaliadas de sorte a verificar a maneira como se inter-relacionam. No que tange à identificação dos intervalos de maior e menor degradação das condições de trabalho; esta será realizada através da verificação dos resultados provenientes do ICT (Índice da Condição do Trabalho), elaborado pelo DIEESE (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos).

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)