Busca avançada
Ano de início
Entree

Conhecimento sobre uso de antimicrobianos e resistência bacteriana por estudantes de odontologia da Noruega e do Brasil

Processo: 20/01862-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de maio de 2020
Vigência (Término): 30 de abril de 2021
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Odontologia Social e Preventiva
Pesquisador responsável:Antônio Pedro Ricomini Filho
Beneficiário:Dalton Marques
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia de Piracicaba (FOP). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Piracicaba , SP, Brasil
Assunto(s):Odontologia social   Anti-infecciosos   Antibióticos   Farmacorresistência bacteriana   Resistência microbiana a medicamentos   Estudantes de odontologia   Inquéritos e questionários   Estudos transversais

Resumo

O uso indiscriminado e excessivo de antimicrobianos contribui para o desenvolvimento e a disseminação de microrganismos resistentes, os quais podem colocar em risco a saúde da população global a médio-longo prazo. Apesar das recomendações da Organização Mundial de Saúde sobre o uso restrito e consciente de antimicrobianos devido à Resistencia Antimicrobiana, a Odontologia continua utilizando de maneira crescente antimicrobianos, seja por cirurgiões-dentistas formados em países em desenvolvimento, como o Brasil, ou desenvolvidos, como a Noruega. As decisões sobre o uso de antimicrobianos pelo cirurgião-dentista estão embasadas no conhecimento adquirido durante o curso de graduação. Sendo assim, o objetivo deste estudo será avaliar o conhecimento sobre uso de antimicrobianos e resistência bacteriana por estudantes de Odontologia do Brasil e da Noruega. Um estudo do tipo transversal será desenvolvido por meio da aplicação de um questionário com o objetivo de avaliar o conhecimento sobre o uso de antimicrobianos e resistência bacteriana por estudantes de Odontologia da Faculdade de Odontologia de Piracicaba da Universidade de Campinas, Brasil, e da Faculdade de Odontologia da Universidade de Oslo, Noruega. Previamente à aplicação do questionário, o estudo será submetido ao comitê de ética em pesquisa de ambas instituições. O projeto será desenvolvido em colaboração internacional com os pesquisadores da Universidade de Oslo, Profa. Dra. Fernanda Petersen e Prof. Dr. Roger Junges. A equipe brasileira, composta pelo o aluno de Iniciação Científica, Dalton Marques, e seu orientador, Prof. Dr. Antônio Pedro Ricomini Filho, atuará de maneira conjunta com a equipe norueguesa no processo de elaboração e validação do questionário, sendo que cada equipe será responsável por aplicar os questionários em cada Faculdade de Odontologia. Os resultados obtidos serão tabulados e submetidos a testes estatísticos (±=5%). Em acréscimo, o conteúdo programático de ambos os cursos de Odontologia será avaliado no que se refere ao conhecimento sobre uso de antimicrobianos e resistência bacteriana.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)