Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo cinético da extração de óleos essenciais da Tropaeolum majus (Capuchinha) utilizando CO2 supercrítico

Processo: 19/25096-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de julho de 2020
Vigência (Término): 30 de junho de 2021
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Química
Pesquisador responsável:Leandro Ferreira Pinto
Beneficiário:Gabriel Corrêa
Instituição-sede: Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Rosana. Rosana , SP, Brasil
Assunto(s):Equilíbrio de fases   Fluidos supercríticos   Extração supercrítica   Óleos essenciais   Dióxido de carbono   Cinética   Método cromatográfico

Resumo

Estima-se que 20% da população mundial adulta sofra de ansiedade. Essa doença se manifesta por sensações de mal-estar psíquico, traduzidos por uma variedade de perturbações somáticas relacionadas à hiperatividade autonômica. A indústria farmacêutica dispõe de um grande arsenal terapêutico para a ansiedade, não obstante, gerando inúmeros efeitos adversos em seus usuários. Dessa forma, a busca por alternativas mais seguras e efetivas encontra nas plantas medicinais uma fonte promissora. Extratos obtidos a partir da Capuchinha (Tropaeolum majus) são indicados na literatura como potenciais matrizes de compostos com propriedades ansiolíticas. A obtenção de compostos com propriedades terapêuticas demanda muito das técnicas de separação, especialmente a de purificação, pois, exige-se que o composto extraído seja livre de resíduos de solventes e possua alto grau de pureza. A técnica de extração com fluidos pressurizados para obtenção dos extratos a partir das matrizes vegetais apresenta a possibilidade de substituição de solventes orgânicos por gases não tóxicos, como o dióxido de carbono, o qual resulta em uma extração com menor impacto ambiental e com a obtenção de um produto livre de solventes residuais. Neste sentido, esta proposta de pesquisa tem como objetivo a obtenção de extratos da Capuchinha (Tropaeolum majus) a partir da utilização do CO2 supercrítico. Uma avaliação das variáveis do processo de extração supercrítica (temperatura, pressão e vazão de extração) da matriz vegetal será realizada para verificar as condições que maximizam a quantidade de extratos (fração lipídica) obtidos. Os extratos serão avaliados em função das análises cromatográficas, conforme a identificação e/ou quantificação de metabolitos secundários.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)