Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação da biodisponibilidade e da cinética de absorção e depuração de diferentes formas de B-hidroxi-B-metilbutirato (HMB)

Processo: 19/24434-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de setembro de 2020
Vigência (Término): 31 de agosto de 2021
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Educação Física
Pesquisador responsável:Guilherme Giannini Artioli
Beneficiário:Heitor Rodrigues Ribeiro
Instituição-sede: Escola de Educação Física e Esporte (EEFE). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Nutrição esportiva   Cinética   Biodisponibilidade   Espectrometria   Cromatografia líquida   Modelos lineares mistos

Resumo

Com base no potencial da suplementação de HMB em otimizar ganhos de força e massa muscular decorrentes do treinamento de força, o que pode ter importantes aplicações no contexto do esporte e da saúde, e com base nas incertezas quanto à forma farmacológica com melhor biodisponibilidade, o presente projeto de pesquisa tem como objetivo analisar a biodisponibilidade, a cinética de absorção e de depuração do HMB do sangue, bem como a taxa de retenção corporal do HMB em suas duas formas (AL-HMB e CaHMB).2-Métodos e Análise de Dados a presente proposta insere-se em projeto anterior, parcialmente executado por nossa equipe de pesquisa. Em linhas gerais, as amostras já foram coletadas e serão analisadas nesse projeto. A concentração de HMB será determinada nas amostras de urina e plasma por espectrometria de massa em tandem com ioniozação por electrospray acoplada a cromatografia líquida de alto desempenho, em equipamento triplo-quadrupolo (TSQ-Altis TM , Thermo Scientific). As amostras de urina pura serão diluídas em água (1:100 v/v) para análise, sem necessidade de extração, dada a baixa complexidade da matriz. Os padrões e as amostras de plasma e urina serão quantificados em unicata e analisados por HPLC-ESI+-MS/MS on-line, utilizando beta-hidroxivaleric acid-d8 (HMB-d8) como padrão interno. As análises serão realizadas utilizando monitoramento de reação selecionada (SRM), em método já otimizado para separação e quantificação de HMB no FoRC-USP. Os dados de concentração de HMB no plasma serão plotados individualmente em função do tempo. Inicialmente, utilizaremos a estratégia best-fit para testar diferentes ajustes para a curva obtida e verificar qual tipo de equação melhor descreve os dados obtidos (ex., linear de ordem zero vs. exponencial de primeira-ordem). Os dados de concentração de HMB no plasma, além dos parâmetros farmacocinéticos calculados serão comparados entre as condições por modelos mistos lineares ou quadráticos (proc mixed, SAS v.9.3), a depender do tipo de curva obtida. Sujeitos serão o fator aleatório, e tratamento e tempo serão fatores fixos. Diferentes estruturas de matriz de covariância serão testadas, e o critério de Akaike será utilizado para determinar aquela que melhor se ajusta a cada conjunto de dados. Os dados de HMB na urina serão utilizados para calcular a taxa de retenção corporal de HMB, o que será comparado entre os tratamentos por meio de ANOVA one-way com medidas repetidas.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)