Busca avançada
Ano de início
Entree

Síntese e caracterização do sistema cerâmico multifuncional Ca1-xCuxSnO3 (0,0dxd1,0) visando aplicações ópticas e elétricas

Processo: 20/00324-4
Modalidade de apoio:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de agosto de 2020
Vigência (Término): 31 de janeiro de 2022
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia de Materiais e Metalúrgica - Materiais Não-metálicos
Pesquisador responsável:Miguel Ángel Ramírez Gil
Beneficiário:Mariana Gimenez Teixeira
Instituição Sede: Faculdade de Engenharia (FEG). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Guaratinguetá. Guaratinguetá , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:13/07296-2 - CDMF - Centro de Desenvolvimento de Materiais Funcionais, AP.CEPID
Assunto(s):Materiais não metálicos   Materiais cerâmicos   Sistemas cerâmicos   Microscopia eletrônica de varredura   Espectroscopia de impedância
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:CaSnO3 | comportamento óptico e (di)elétrico | CuSnO3 | Materiais Cerâmicos

Resumo

Devido as propriedades multifuncionais o CaSnO3 (CSO) tem ganhado espaço entre as pesquisas atuais principalmente quando associado a outros elementos dopantes ou aditivos formando compósitos cerâmicos. O cobre possui, além de dois estados de oxidação, liberdade de coordenação, o que pode conferir melhora nas propriedades (di)elétricas do CSO quando colocado para substituir o cálcio. Portanto, o objetivo deste projeto é estudar a substituição do Ca2+ pelo Cu2+ no sistema cerâmico Ca1-xCuxSnO3 (0,0dxd1,0) na forma de pós e bulks, e analisar o efeito nas propriedades (micro)estruturais, ópticas, dielétricas e varistoras. Os sistemas cerâmicos na forma de pós serão preparados pelo método de reação em estado sólido, sendo estes posteriormente sinterizados em forno convencional a temperaturas e tempos adequados para atingir a forma de bulks densos. A estrutura dos sistemas cerâmicos na forma de pós será estudada por difratometria de raios X (DRX), espectroscopia Raman e ultravioleta visível (UV-vis), além de avaliadas as respostas fotoluminescente (PL) e fotocatalítica. Para os sistemas cerâmicos na forma de bulks será analisado sua estrutura por meio de DRX e a microestrutura mediante a microscopia eletrônica de varredura (MEV). As respostas dielétricas e não-ôhmicas do material serão estudadas a partir de técnicas como espectroscopia de impedância (EI) e medidas de corrente-tensão (I-V) definindo parâmetros como constante e perda dielétrica e coeficiente de não-linearidade, campo elétrico de ruptura, corrente de fuga, entre outros, relacionados com as propriedades dielétrica e não-ôhmica respectivamente.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)