Busca avançada
Ano de início
Entree

Desvendando o processo de especiação críptica de Triatoma sordida (Stål, 1859) (Hemiptera, Triatominae) por meio de taxonomia integrativa

Processo: 19/17581-2
Modalidade de apoio:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de maio de 2020
Vigência (Término): 30 de junho de 2021
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Parasitologia
Pesquisador responsável:Kaio Cesar Chaboli Alevi
Beneficiário:Daniel Cesaretto Cristal
Instituição Sede: Faculdade de Ciências Farmacêuticas (FCFAR). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araraquara. Araraquara , SP, Brasil
Assunto(s):Entomologia médica   Doença de Chagas   Taxonomia dos grupos recentes   Polimorfismo genético   Triatominae   Triatoma   Citogenética   Análise citogenética   Microscopia eletrônica de varredura
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:Doença de Chagas | Entomologia Médica | Triatominae | Entomologia Médica

Resumo

Triatoma sordida é uma espécie de triatomíneo endêmica da América do Sul, distribuída no Brasil, na Argentina, na Bolívia, no Paraguai e no Uruguai. Polimorfismos cromossômicos, izoensimáticos, morfométricos e moleculares (com o gene mitocondrial COI) acarretaram na hipótese de que o fenômeno de especiação críptica (espécies geneticamente distintas, mas morfologicamente idênticas) esteja presente nessa espécie. Estudos citogenéticos (Bandamento C e FISH) demonstraram a presença de três citótipos distintos para T. sordida, a saber, citótipo I (T. sordida sensu stricto), citótipo II (T. sordida Argentina) e citótipo III (T. sordida La Paz), que, possivelmente, representa(m) um ou mais táxon(s) distinto(s). Levando em considerada que a taxonomia integrativa é uma importante ferramenta para caracterização das espécies, uma vez que agrega diferentes análises para avaliar o status específico de um táxon, o presente projeto tem como objetivo avaliar o status específico dos diferentes citótipo de T. sordida, por meio de análises morfológicas (por microscopia de varredura), moleculares (com o gene nuclear ITS-1 e mitocondrial Cyt B), de cruzamentos experimentais (com foco nas barreiras reprodutivas pré e/ou pós-zigóticas) e citogenéticas (avaliando o grau de compatibilidade entre os cromossomos homeólogos dos híbridos), com ênfase no fenômeno de especiação críptica.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
MADEIRA, FERNANDA FERNANDEZ; GRZYB DELGADO, LUIZA MARIA; BITTINELLI, ISADORA DE FREITAS; DE OLIVEIRA, JADER; RAVAZI, AMANDA; DOS REIS, YAGO VISINHO; BORTOLOZO DE OLIVEIRA, ANA BEATRIZ; CRISTAL, DANIEL CESARETTO; GALVAO, CLEBER; VILELA DE AZEREDO-OLIVEIRA, MARIA TERCILIA; et al. Triatoma sordida (Hemiptera, Triatominae) from La Paz, Bolivia: an incipient species or an intraspecific chromosomal polymorphism?. PARASITES & VECTORS, v. 14, n. 1, . (17/05015-7, 19/17581-2, 18/12039-2, 18/24116-1)
CARIS GARCIA, ARIANE CRISTINA; DE OLIVEIRA, JADER; CRISTAL, DANIEL CESARETTO; GRZYB DELGADO, LUIZA MARIA; BITTINELLI, ISADORA DE FREITAS; GALVAO, CLEBER; GONZALEZ BRITEZ, NILSA ELIZABETH; CARRASCO, HERNAN JOSE; DA ROSA, JOAO ARISTEU; CHABOLI ALEVI, KAIO CESAR. Intraspecific and Interspecific Phenotypic Differences Confirm the Absence of Cryptic Speciation in Triatoma sordida (Hemiptera, Triatominae). American Journal of Tropical Medicine and Hygiene, v. 105, n. 6, p. 1759-1766, . (19/17581-2, 18/24116-1, 17/05015-7, 18/12039-2)

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas utilizando este formulário.