Busca avançada
Ano de início
Entree

Estratégias de enfrentamento da autolesão não suicida: construção coletiva por adolescentes

Processo: 19/27564-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de junho de 2020
Situação:Interrompido
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Enfermagem - Enfermagem de Saúde Pública
Pesquisador responsável:Diene Monique Carlos
Beneficiário:Luiza Cesar Riani Costa
Instituição-sede: Centro de Ciências Biológicas e da Saúde (CCBS). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):20/16014-4 - Prevenção do comportamento suicida na adolescência: estratégias e percepções de profissionais e pesquisadores do Critical Suicide Studies Network, BE.EP.MS
Assunto(s):Saúde escolar   Comportamento autodestrutivo   Análise do comportamento   Adolescentes   Adolescência

Resumo

A compreensão da adolescência deve ultrapassar concepções universalizantes e cristalizadas, considerando que depende do momento histórico, da cultura e da história de vida dos sujeitos. No adolescer ocidental atual, um fenômeno que tem se mostrado recorrente e recebido crescente atenção é o da autolesão não suicida (ALNS). A ALNS pode ser definida como lesão deliberada que resulta na destruição direta ou alteração do tecido corporal de quem a praticou, sem intenção do suicídio. Considerando a grande demanda de cuidado e atenção à ALNS, assim como as lacunas na literatura, o objetivo do presente estudo é descrever e analisar as estratégias de enfrentamento da ALNS, construídas coletivamente por adolescentes com história de autolesão. O referencial teórico utilizado será a teoria psicanalítica de Winnicott. Trata-se de uma pesquisa qualitativa, com coleta de dados realizada por meio do método photovoice e grupo focal. A população-alvo que participará dos encontros será de adolescentes que tem histórico de autolesão de uma escola do município de São Carlos-SP. A análise de dados se dará pela análise temática. Entende-se que a construção de estratégias de enfrentamento da ALNS pode apontar caminhos para estratégias futuras de prevenção e enfrentamento, além de contribuir para o entendimento do fenômeno em si, e dar voz para os sujeitos envolvidos diretamente com ele. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
LUIZA CESAR RIANI COSTA; MARÍLIA GONÇALVES; FABIANO HENRIQUE OLIVEIRA SABINO; WANDERLEI ABADIO DE OLIVEIRA; DIENE MONIQUE CARLOS. Adolescer em meio à pandemia de Covid-19: um olhar da teoria do amadurecimento de Winnicott. Interface (Botucatu), v. 25, p. -, 2021.
RIANI COSTA, LUIZA CESAR; GONCALVES, MARILIA; OLIVEIRA SABINO, FABIANO HENRIQUE; DE OLIVEIRA, WANDERLEI ABADIO; CARLOS, DIENE MONIQUE. Being a teenager during the Covid-19 pandemic: perspectives from the Winnicott's theory of maturation. Interface (Botucatu), v. 25, n. 1 2021. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.