Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo fotofísico e eletroquímico de géis baseados em semicondutores orgânicos

Processo: 19/27157-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado Direto
Vigência (Início): 01 de junho de 2020
Situação:Interrompido
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Química Inorgânica
Pesquisador responsável:Grégoire Jean-François Demets
Beneficiário:Thaisa Brandão Ferreira de Moraes
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto (FFCLRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):21/06753-7 - Complexos de transferência de carga em géis de polisilsesquioxano: uma abordagem supramolecular, BE.EP.DD
Assunto(s):Química supramolecular   Gel (formas farmacêuticas)   Materiais híbridos   Fotoeletroquímica   Semicondutores (físico-química)

Resumo

Géis de polisilsesquioxanos baseados em Diimidas Aromáticas (DAs) têm grande potencial de aplicabilidade tecnológica. Sua eficiência como semicondutor orgânico pode ser melhorada por modificações na estrutura da rede 3D, por exemplo, pelo aumento do número de moléculas agregadas em conformação específica de forma a favorecer o desdobramento de estados de deslocalização eletrônica, ou pela mistura com outras moléculas com propriedades eletroquímicas desejadas. A presente proposta de pesquisa almeja o desenvolvimento de 3 categorias de géis: 1) géis polisilsesquioxanos de diimidas aromáticas: estudo da origem e desativação dos eventos foto- e eletrocrômicos; 2) géis poliméricos multicomponentes: aos géis de polisilsesquioxanos serão adicionadas espécies químicas doadoras de elétrons para maximizar o processo de transferência de carga; 3) géis supramoleculares multicomponentes: mistura de agentes gelificantes com caráter aceptor de elétrons - diimidas aromáticas e derivados viologênios; 4) expansão da série de moléculas híbridas: formação de materiais híbridos baseados em niobato e naftaleno diimidas. Pretende-se correlacionar as propriedades foto- e eletroquímicas dos géis com a composição e arquitetura da rede 3D por meio de técnicas como espectro- eletroquímica, fluorescência, espectroscopia de impedância, ressonância paramagnética eletrônica, de dicroísmo circular, difração e espalhamento de raios-X e microscopias de transmissão e varredura TEM (CrioTEM) e MEV. Como aplicação serão feitos testes de viabilidade para o uso em sistemas eletroquímicos tais como sensores e baterias são previstas. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)