Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação do potencial anti-inflamatório do Kaempferide em edema de pata e perfil toxicológico

Processo: 19/25979-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de março de 2020
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2021
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Farmacologia - Etnofarmacologia
Pesquisador responsável:Ricardo Andrade Furtado
Beneficiário:Danielle Vieira Pereira
Instituição-sede: Pró-Reitoria Adjunta de Pesquisa e Pós-Graduação. Universidade de Franca (UNIFRAN). Franca , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:17/04138-8 - Realização de estudos químicos, analíticos, biológicos, farmacológicos e tecnológicos para preenchimento das lacunas no desenvolvimento do setor de própolis brasileiro, AP.TEM
Assunto(s):Medicina popular   Produtos naturais   Própolis   Anti-inflamatórios   Bioatividade   Compostos químicos   Hematoxilina   Edema   Fenômenos e processos farmacológicos e toxicológicos   Técnicas histológicas

Resumo

A Própolis Verde Brasileira, produzida por abelhas Apis Meliferas, é usada no mundo animal como proteção da colmeia. Com atividades descritas na literatura cientifica e de grande uso na medicina popular, a própolis vem sendo objetivo de estudos farmacológicos nos últimos 30 anos e sua composição é de alta complexidade sendo uma mistura formada por material resinoso e balsâmico, dependente da flora de cada região que for coletada. O kaempferide é um composto presente na própolis verde brasileira e apresenta atividades biológicas, tais como antiviral, antibacteriana, antioxidante e gastroprotetora. Frente a atividade biológica da própolis e do kaempferide este trabalho objetivo avaliar o potencial anti-inflamatório e toxicológico do kaempferide. Para tanto, o potencial anti-inflamatório será avaliado pelo ensaio de edema de pata induzido por carragenina e avaliação histológica de processos inflamatórios por hematoxilina e eosina (HE), a atividade nefrotóxica por dosagens de ureia e creatinina, e hepatotóxica por dosagens de ALT e AST. Deste modo este trabalho visa a contribuir com o entendimento do potencial deste composto e da própolis verde, colaborando com a valorização deste produto nacional como previsto no projeto temático 2017/04138-8. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)