Busca avançada
Ano de início
Entree

Densitometria de raios-X para identificação e medição de anéis de árvores em espécies semi-áridas

Processo: 19/27110-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de junho de 2020
Vigência (Término): 31 de maio de 2022
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Botânica - Botânica Aplicada
Convênio/Acordo: National Science Foundation (NSF) e NSF’s Partnership for International Research and Education (PIRE)
Pesquisador responsável:Mario Tommasiello Filho
Beneficiário:Cláudia Fontana
Instituição-sede: Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (ESALQ). Universidade de São Paulo (USP). Piracicaba , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:17/50085-3 - PIRE: educação e pesquisa em clima das Américas usando os exemplos de anéis de árvores e espeleotemas (PIRE-CREATE), AP.TEM
Assunto(s):Dendroclimatologia   Xilema

Resumo

A presença de anéis anuais em árvores tropicais pode permitir a aplicação de métodos dendrocronológicos para determinar a idade, taxas de crescimento e relações clima-crescimento. Nas árvores tropicais do semi-árido, os anéis anuais são visíveis quando a dormência cambial é induzida por eventos climáticos anuais, como a seca. Contudo, variações sazonais e mensais na disponibilidade de água podem causar a formação de anéis indistintos, estreitos e irregulares com anéis anuais mal definidos ou não definidos, dificultando a datação de árvores e a construção de cronologias de anéis de crescimento. A densitometria por raios-X é um método que pode ser muito útil para identificar os limites dos anéis de árvores e construir cronologias. Neste estudo, aplicaremos a técnica de densitometria por raios X para construir cronologias de anel de crescimento longas para espécies arbóreas da flora brasileira. Para isso, usaremos métodos usuais para preparação de amostras e análises da anatomia da madeira e densitometria de raios-X. Para construir a cronologia, os valores de densidade serão testados entre as espécies usando um modelo linear misto (LMM) com o tipo (valores máximo, médio e mínimo), espécies e as interações entre eles como fatores fixos e a árvore como fator aleatório. Essa cronologia será usada para a reconstrução do clima, contribuindo para a compreensão do clima nas Américas. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
SCIPIONI, MARCELO CALLEGARI; FONTANA, CLAUDIA; OLIVEIRA, JULIANO MORALES; JUNIOR, LUIZ SANTINI; ROIG, FIDEL A.; TOMAZELLO-FILHO, MARIO. Effects of cold conditions on the growth rates of a subtropical conifer. DENDROCHRONOLOGIA, v. 68, AUG 2021. Citações Web of Science: 1.
MANUELA GAZZONI DOS PASSOS; GEISA PERCIO DO PRADO; CLÁUDIA FONTANA; EDMILSON BIANCHINI. Structure and Tree Diversity in a Mixed Ombrophilous Forest Remnant, Southern Brazil. Floresta e Ambiente, v. 28, n. 2, p. -, 2021.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.