Busca avançada
Ano de início
Entree

Nanopartículas biodegradáveis e biocompatíveis para liberação controlada de paclitaxel e fluorouracila para o tratamento de Carcinoma Hepatocelular (CHC)

Processo: 19/12940-4
Modalidade de apoio:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de março de 2020
Situação:Interrompido
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Química - Tecnologia Química
Pesquisador responsável:Simone de Fátima Medeiros Sampaio
Beneficiário:Layde Teixeira de Carvalho
Instituição Sede: Escola de Engenharia de Lorena (EEL). Universidade de São Paulo (USP). Lorena , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):21/11410-1 - Obtenção de filmes orodispersíveis e micropartículas mucoadesivas a partir de copolímeros catiônicos à base de pululana para aplicação em sistemas de liberação controlada de fármacos, BE.EP.DR
Assunto(s):Polímeros naturais   Polímeros sintéticos   Nanopartículas   Paclitaxel   Fluoruracila   Carcinoma hepatocelular
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:Carcinoma Hepatocelular (Chc) | Fluoruracila | modificação química | Paclitaxel | Poli(lisina) | pululana | Polímeros naturais e sintéticos biocompatíveis

Resumo

O Câncer representa uma das maiores ameaças à saúde humana e o Carcinoma Hepatocelular (CHC) é um dos tipos de Câncer com maior incidência e a terceira principal causa de morte por Câncer em todo o mundo. Assim, o desenvolvimento de novas terapias mais eficazes contra o CHC atrai crescente atenção no campo médico e farmacêutico, visto que os tratamentos tradicionais de quimioterapia não apresentam uma eficácia elevada no prolongamento da sobrevida de pacientes com CHC, principalmente, em função da resistência adquirida aos medicamentos. Este projeto de doutorado propõe, portanto, avaliar o uso de um copolímero anfifílico à base de pululana (PUL) enxertada com poli(lisina) (PLL) para o desenvolvimento de nanopartículas biodegradáveis, capazes de encapsular e liberar, de forma controlada e localizada, dois agentes quimioterápicos, o paclitaxel (PTX) e a fluorouracila (5-FU). Adicionalmente, serão enxertadas moléculas de cloridrato de 2-cloro-N,N-dietiletilamina (DEAE) nas cadeias principais de pululana, visando obter nanopartículas sensíveis ao pH, capazes de desencadear a liberação dos ativos no pH mais ácido do tumor. Os copolímeros serão caracterizados via as técnicas usuais, tais como Ressonância Magnética Nuclear de Hidrogênio e Carbono (RMN 1H e RMN 13C), Cromatografia de Permeação em Gel (GPC), dentre outras. As nanopartículas serão sintetizadas via diálise e caracterizadas via espalhamento dinâmico de luz (DLS), Difratometria de Raios X (DRX), microscopia eletrônica de transmissão e varredura (TEM e SEM), microscopia de força atômica (AFM), dentre outras. Os materiais sintetizados na presente proposta terão sua toxicidade avaliada através de ensaios citotóxicos in vitro. A cinética de liberação in vitro dos princípios ativos será cuidadosamente avaliada em fluidos que simulam o meio fisiológico, variando o pH do meio. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
CARVALHO, LAYDE T.; VIEIRA, THIAGO A.; ZHAO, YANJUN; CELLI, ANNAMARIA; MEDEIROS, SIMONE F.; LACERDA, TALITA M.. Recent advances in the production of biomedical systems based on polyhydroxyalkanoates and exopolysaccharides. International Journal of Biological Macromolecules, v. 183, p. 1514-1539, . (19/04269-0, 19/12940-4)

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.