Busca avançada
Ano de início
Entree

Investigação de mecanismos de formação de rearranjos intracromossômicos e sua relação com o fenótipo

Processo: 19/26175-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de março de 2020
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2022
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
Pesquisador responsável:Maria Isabel de Souza Aranha Melaragno
Beneficiário:Bruna Ferreira Burssed dos Santos
Instituição-sede: Escola Paulista de Medicina (EPM). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus São Paulo. São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:14/11572-8 - Rearranjos cromossômicos e sua importância na etiologia das doenças genéticas: investigação citogenômica e molecular, AP.TEM
Assunto(s):Fenótipo   Sequenciamento   Genética médica   Rearranjo gênico   Cromossomos

Resumo

As alterações cromossômicas estruturais decorrem de quebras e rearranjos nos cromossomos, podendo alterar a quantidade de material genético presente na célula. Os rearranjos podem ser intercromossômicos, quando envolvem mais de um cromossomo, e intracromossômicos, quando envolvem um único. Dentre os rearranjos intracromossômicos, pode haver inversões, cromossomos em anel e rearranjos intrabraço, como inserções intrabraço e rearranjos do tipo inv dup del. Diversos mecanismos têm sido propostos para a formação de rearranjos cromossômicos e podem ser indicados por meio da análise da sequência do DNA de seus pontos de quebra. Os dados do sequenciamento também são capazes de apontar fatores de risco para rearranjos cromossômicos pois esses podem ser moldados por certas características relacionadas aos mecanismos de reparo do DNA. No presente estudo, serão estudados seis pacientes com rearranjos complexos envolvendo deleções e duplicações intracromossômicas por meio das técnicas de array genômico, hibridação in situ fluorescente (FISH) e sequenciamento dos pontos de quebra, com o objetivo de caracterizá-los e relacioná-los aos possíveis mecanismos de formação. Será realizada também a investigação da correlação cariótipo-fenótipo pois os resultados obtidos permitirão uma melhor compreensão das bases genéticas envolvidas nos fenótipos alterados por meio da identificação de possíveis genes candidatos para as anomalias. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)