Busca avançada
Ano de início
Entree

Desenvolvimento de uma ferramenta de avaliação da criatividade e da propensão para inovar em colaboradores de organizações brasileiras do setor de healthcare

Processo: 19/22298-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de março de 2020
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2021
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia de Produção
Pesquisador responsável:Mateus Cecílio Gerolamo
Beneficiário:Wagner de Oliveira Filho
Instituição-sede: Escola de Engenharia de São Carlos (EESC). Universidade de São Paulo (USP). São Carlos , SP, Brasil
Assunto(s):Inovação   Criatividade   Organizações públicas   Referência bibliográfica   Avaliação

Resumo

O quanto uma organização é inovadora é altamente ligado com seus resultados, como sua produtividade, lucratividade e liderança sobre a concorrência. Seguindo este pensamento os colaboradores das organizações desempenham um papel ímpar na sobrevivência da empresa, visto que eles são o recurso organizacional com maior impacto na inovação. Dessa forma, surge a pergunta: como identificar pessoas inovadoras? Menold (2014) afirmam que existem duas características mensuráveis que podem determinar o quão inovador um indivíduo é: a criatividade e a propensão para inovar. Então, por consequência, uma forma de inserir inovação em alguma organização seria possuir colaboradores com alto índice dessas duas características. Neste contexto surge este trabalho cujo objetivo é a criação de uma ferramenta para avaliação de criatividade e propensão a inovar em colaboradores de organizações brasileiras do setor de healthcare. Para atingir este objetivo, primeiramente será utilizada uma abordagem bibliográfica a fim de levantar, analisar e adaptar ferramentas capazes de mensurar o nível dessas duas características separadamente em indivíduos estudados. Após isso, uma abordagem prática será utilizada por meio da aplicação piloto de algumas ferramentas mais relevantes em organizações do setor de healthcare com o objetivo de se obter dados práticos de seu funcionamento como aplicabilidade, praticidade e coesão. Ao fim dessas análises espera-se possuir dados suficientes para criar um manual detalhado de avaliação das duas características estudadas para disseminar os resultados dessa pesquisa e auxiliar organizações brasileiras em suas jornadas rumo à inovação. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)