Busca avançada
Ano de início
Entree

Competição ecológica na Floresta Amazônica: Performance do módulo de competição no CAETÊ, um modelo trait-based

Processo: 19/27690-3
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Mestrado
Vigência (Início): 25 de maio de 2020
Vigência (Término): 30 de agosto de 2020
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Ecologia - Ecologia de Ecossistemas
Pesquisador responsável:David Montenegro Lapola
Beneficiário:Bárbara Aparecida Pereira da Rocha Cardeli
Supervisor no Exterior: Thiago Sanna Freire Silva
Instituição-sede: Centro de Pesquisas Meteorológicas e Climáticas Aplicadas à Agricultura (CEPAGRI). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Local de pesquisa: University of Stirling, Escócia  
Vinculado à bolsa:19/06486-9 - Modelagem individual de características funcionais de plantas sob condições ambientais variáveis em região tropical, BP.MS
Assunto(s):Biodiversidade   Distribuição natural   Competição entre plantas   Mudança climática   Análise de vulnerabilidade   Amazônia

Resumo

Para prever os efeitos das mudanças climáticas na biodiversidade, é necessário identificar as interações entre espécies que são mais vulneráveis às mudanças climáticas e que são os principais determinantes da estrutura e função de uma comunidade. A competição ecológica é considerada um importante filtro-chave para determinar a distribuição das espécies, bem como para seu sucesso ecológico e evolutivo. Mudanças na dinâmica competitiva relacionadas às mudanças climáticas podem prever o funcionamento, resiliência e estrutura da floresta, embora isso ainda seja pouco compreendido. A dinâmica da competição por luz nas comunidades vegetais pode determinar quais valores de características e quais combinações são bem-sucedidas e dominam a comunidade arbórea local, afetando o status individual de carbono e as taxas de mortalidade. Dessa forma, esta proposta científica tem como objetivo principal: Avaliar e contextualizar teoricamente o novo módulo de competição por luz implementado no modelo CAETÊ. Essa avaliação do modelo será considerada dados de estudos empíricos conduzidos in situ e estudos teóricos sobre a competição pela luz entre plantas e também estudos que abordam a relação da competição entre plantas em cenários futuros, como os que descrevem as mudanças climáticas. Esta proposta permitirá um intercâmbio de conhecimentos entre beneficiário e pesquisadores sobre modelagem de ecossistemas além de uma maior compreensão do mecanismo da competição e da ecologia das plantas. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)