Busca avançada
Ano de início
Entree

Relação entre os parâmetros do andar em atividades cotidianas do andar obtidos por um acelerômetro e biomarcadores (BDNF) em pessoas com esclerose múltipla

Processo: 19/22887-3
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Mestrado
Vigência (Início): 01 de maio de 2020
Vigência (Término): 31 de agosto de 2020
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Educação Física
Pesquisador responsável:Fabio Augusto Barbieri
Beneficiário:Felipe Balistieri Santinelli
Supervisor no Exterior: Claudia Mazza
Instituição-sede: Faculdade de Ciências (FC). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Bauru. Bauru , SP, Brasil
Local de pesquisa: University of Sheffield, Inglaterra  
Vinculado à bolsa:18/18078-0 - Impacto do tratamento com Vitamina D e do nível de fator neurotrófico do cérebro nos parâmetros espaço-temporais e na atividade cortical durante a marcha em pessoas com esclerose múltipla, BP.MS
Assunto(s):Esclerose múltipla   Reabilitação   Marcha (locomoção)   Biomarcadores   Progressão da doença   Fator neurotrófico derivado do encéfalo

Resumo

A esclerose múltipla é uma doença neurodegenerativa que causa muitos sintomas. Os distúrbios da marcha são um dos sintomas que mais diminuem a qualidade de vida nessa população. Recentemente, muitos estudos têm tentado reconhecer um biomarcador sensível e de baixo custo para detectar a progressão da doença. O fator neurotrófico derivado do cérebro (BDNF) está bem documentado como um biomarcador da progressão da doença, que pode ter uma relação com os parâmetros da marcha, principalmente nas atividades diárias que envolvem o andar. O objetivo do presente projeto é correlacionar o BDNF com os parâmetros da marcha obtidos por um acelerômetro acoplado na região lombar durante uma atividade cotidiana simulada da marcha (teste de caminhada de 6 minutos) e; aprender como analisar os dados da marcha extraídos do acelerômetro durante as atividades diárias que envolvem o andar. Quinze pessoas com EM e 15 controles saudáveis irão participar deste estudo. A amostra de sangue dos participantes será coletada em dois momentos: jejum e; após o teste de caminhada de 6 minutos. O BDNF será medido pela técnica de Ensaio Imunossorvente Ligado a Enzimas (ELISA) e um kit BDNF (BDNF R&D Systems a Biotechne Brand, Quantikine®) será usado. Um acelerômetro (Cometa®, Bareggio, Itália) será anexado antes dos procedimentos do experimento na região lombar (L4) dos participantes. Os dados serão amostrados em 100 pontos por segundo. A partir dos dados do acelerômetro, os seguintes parâmetros da marcha serão obtidos: comprimento do passo e da passada, duração e velocidade, além do tempo de suporte duplo. Serão realizadas correlações de Pearson entre os parâmetros da marcha e o BDNF. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)