Busca avançada
Ano de início
Entree

Fascinação, de Pedro Peres: a representação da desigualdade racial na infância no cenário artístico pós-abolição

Processo: 19/19511-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de fevereiro de 2020
Vigência (Término): 31 de janeiro de 2021
Área do conhecimento:Linguística, Letras e Artes - Artes - Fundamentos e Crítica das Artes
Pesquisador responsável:Elaine Cristina Dias
Beneficiário:Nathalia Azevedo de Paula
Instituição-sede: Escola de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (EFLCH). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus Guarulhos. Guarulhos , SP, Brasil
Assunto(s):História da arte   Pinturas (arte)   Pintura de gênero   Discriminação racial   Desigualdade   Análise de conteúdo
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:Pedro José Pinto Peres | Pintura de gênero | Séculos XIX e XX | História da Arte

Resumo

Este projeto tem como objeto de estudo a obra Fascinação, datada de 1904, do pintor Pedro José Pinto Peres e conservada no acervo da Pinacoteca do Estado de São Paulo desde 2005. Nela, uma menina negra e uma boneca branca são retratadas sem qualquer tipo de interação física, num contraponto em que suas feições e gestos são os vetores que sugerem o diálogo intrínseco em cena. Por meio da análise desta pintura de gênero, em paralelo a outras que circundam o período, busca-se o estudo artístico das representações da infância e as relações sociais e raciais construídas entre os retratados. A investigação da importância dos artistas e suas obras em fins do século XIX e início do século XX no que se refere à postura como formadores e/ou percursores de ideias, opiniões e posicionamentos permitirá compreender qual o papel da arte no retrato desta questão social nos primeiros anos da república, considerando, sobretudo, as possíveis referências de artistas estrangeiros e os modelos visuais acerca da pintura de gênero, da representação dos negros e, especialmente, da infância. Visa-se, portanto, estabelecer uma relação entre a arte propagada no período e a sociedade brasileira pós-abolicionista, buscando a partir dos elementos artísticos e estéticos e suas respectivas análises, as compreensões históricas e sociais - também necessárias para uma observação completa e um entendimento amplo da presente obra em estudo.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)