Busca avançada
Ano de início
Entree

Mapeamento dos neurônios responsivos ao estradiol ativos no contexto da agressão e defesa social em camundongos machos

Processo: 19/22029-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2019
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2020
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Morfologia - Anatomia
Pesquisador responsável:Miguel José Rangel Junior
Beneficiário:Leonardo Noveli
Instituição-sede: Instituto de Ciências Biomédicas (ICB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Neuroanatomia   Hipotálamo   Comportamento animal   Neurônios   Agressão   Estradiol   Estrógenos   Receptores adrenérgicos alfa

Resumo

O paradigma residente-intruso tem sido bastante utilizado em testes comportamentais para mimetizar a participação do animal em contextos agressivos e naqueles em que ele tenha que se defender, permitindo o estudo dos mecanismos fisiológicos de regulação desses comportamentos. O papel dos hormônios sexuais no sistema nervoso central de roedores na modulação de comportamentos sociais já é descrito na literatura, entre eles o papel dos estrógenos, principalmente do seu componente, o estradiol, tem sido bastante discutido. A presença desses receptores alfa de estrógeno (Esr1) na parte ventrolateral do hipotálamo ventromedial, demonstrou a sua participação no comportamento de agressão e defesa social em camundongos, entretanto pouco se foi explorado sobre a presença e papel funcional dos receptores Esr1 em outros núcleos do circuito que regula tais comportamentos, como a amígdala e demais núcleos do hipotálamo medial. Sendo assim, o objetivo desse trabalho é realizar um mapeamento dos neurônios responsivos aos estrógenos que são mobilizados durante a agressão ou a derrota social. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)