Busca avançada
Ano de início
Entree

A mediação do educador em museus de ciências: contribuições do Visitor-Based Learning Framework para a análise de práticas facilitadoras de aprendizagens

Processo: 19/24361-9
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Pesquisa
Vigência (Início): 03 de fevereiro de 2020
Vigência (Término): 30 de agosto de 2020
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Educação
Pesquisador responsável:Paulo Henrique Nico Monteiro
Beneficiário:Paulo Henrique Nico Monteiro
Anfitrião: Chantal Lise Barriault
Instituição-sede: Instituto Butantan. Secretaria da Saúde (São Paulo - Estado). São Paulo , SP, Brasil
Local de pesquisa: Laurentian University, Sudbury Campus, Canadá  
Assunto(s):Mediação   Museus   Aprendizagem   Ensino de ciências

Resumo

Atualmente não existem dúvidas de que os museus e centros de ciências são espaços privilegiados para o desenvolvimento de aprendizagens relacionadas a temas científicos. Dada sua natureza, esses espaços podem propiciar situações onde os conhecimentos prévios, experiências, valores e crenças dos visitantes podem ser tomados como base para o desenvolvimento de aprendizagens realmente significativas. Além disso, espaços desse tipo propiciam uma experiência única, na medida em que mobilizam um conjunto de sensações e emoções que extrapolam a dimensão do conhecimento, grosso modo, definido como "experiência museal" e, nesse sentido, a mediação humana realizada pelo profissional do museu passa a ter papel fundamental. O presente projeto tem por objetivo investigar o papel da mediação realizada pelo profissional do museu na relação existente entre um objeto expositivo e o visitante, entendendo ser essa ação promotora de maior envolvimento e desencadeadora de aprendizagens. Será utilizada como ferramenta de análise o modelo proposto por Barriault - Visitor-Based Learning Framework (VBLF) - em situações de interação dos visitantes frente um aparato expositivo com e sem a mediação do profissional. O estudo será realizado no Science North, Sudbury, ON, Canadá, centro onde o modelo foi desenvolvido e é utilizado cotidianamente para a avaliação de sua exposição. Nesse projeto, o VBLF será utilizado de maneira inédita, na medida em que que será analisada a atuação do mediador e não apenas a relação entre o visitante e o aparato expositivo. Como resultado, espera-se colher evidências acerca da natureza do trabalho do educador em museus de ciências como agente facilitador de aprendizagens, assim como propor um conjunto de práticas e atitudes que podem servir como diretrizes do trabalho de educadores de museus no Brasil

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)