Busca avançada
Ano de início
Entree

O estágio de vida importa? Caracterizando padrões de ocorrência do fungo patogênico Batrachochytrium dendrobatidis em diferentes comunidades de girinos

Processo: 19/20895-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2019
Vigência (Término): 26 de janeiro de 2021
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Zoologia - Zoologia Aplicada
Pesquisador responsável:Vinícius de Avelar São Pedro
Beneficiário:Fernanda Paiva Silva Pinto
Instituição-sede: Centro de Ciências da Natureza (CCN). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). Campus de Lagoa do Sino. Buri , SP, Brasil
Assunto(s):Herpetologia   Fungos patogênicos   Anfíbios   Girinos   Micro-hábitat   Quitridiomicose

Resumo

Os anfíbios representam o grupo de vertebrados com maior número de espécies dentro de categorias de ameaça. Diversos fatores já foram associados a declínios populacionais e até extinções de espécies, no entanto, os que causam maior risco são a fragmentação e perda de habitats e a quitridiomicose, causada pelo fungo Batrachochytrium dendrobatidis (Bd). O Bd está amplamente distribuído pelo mundo e é considerado como responsável pela maior perda de biodiversidade já atribuída a uma doença. Apesar de haver diversos estudos sobre a dinâmica de Bd em anuros adultos, pouco se tem conhecimento sobre fatores que direcionam diferentes padrões de ocorrência do quitrídio em girinos até o momento. Além do mais, não há estudos que tenham avaliado se as taxas de infecção por Bd podem variar entre diferentes guildas ecológicas de girinos e até de acordo com diferentes características de seus microhabitats. Desta maneira, o presente projeto tem como objetivo caracterizar padrões de ocorrência do Bd em comunidades de larvas de anuros distribuídas em diferentes microhabitats, investigando as possíveis relações entre as taxas de prevalência de infecção e densidade de vegetação e características específicas de diferentes microhabitats. Ainda, outro propósito do projeto é averiguar se há diferenças nas taxas de infecção e guildas ecológicas dos girinos. Hipotetizamos que exista uma relação positiva entre prevalência de infecção por Bd nos girinos e densidade de vegetação; que girinos coletados em lagoas permanentes e girinos bentônicos apresentem maiores taxas; e que características de microhabitats influenciam a variação das taxas de prevalência de Bd. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)