Busca avançada
Ano de início
Entree

Educação sexual e reprodutiva no puerpério: desafios no contexto da Atenção Primária à Saúde

Processo: 19/06191-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2019
Vigência (Término): 30 de setembro de 2020
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Enfermagem - Enfermagem Obstétrica
Pesquisador responsável:Natália Rejane Salim
Beneficiário:Giovanna Brunna da Silva Justino
Instituição-sede: Centro de Ciências Biológicas e da Saúde (CCBS). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Assunto(s):Política de saúde   Educação em saúde   Saúde sexual e reprodutiva   Atenção primária à saúde   Puerpério   Pessoal de saúde   Coleta de dados   Entrevistas (psicologia)   Análise do discurso

Resumo

No puerpério, a mulher necessita de uma rede de apoio que contemple sua família, o companheiro/a, a comunidade, instituições sociais e de saúde. As temáticas da sexualidade e planejamento reprodutivo se mostram muitas vezes invisibilizadas no período puerperal. Entende-se a saúde sexual e reprodutiva como essencial para estimular o empoderamento das mulheres no autocuidado. Nessa perspectiva este estudo tem como objetivo compreender quais práticas de cuidado desenvolvidas pela a equipe de saúde da atenção primária e os desafios encontrados para a implementação e realização de ações de educação sexual e reprodutiva. Esta é uma pesquisa qualitativa que utilizará a perspectiva da pesquisa participante e utilizará como referenciais teóricos os conceitos de Educação em Saúde, Integralidade e Direitos Sexuais e Reprodutivos presentes nas políticas de saúde na esfera nacional e internacional. A coleta de dados acontecerá com profissionais da saúde que atuem no contexto da atenção primária. Serão utilizados como instrumentos de coleta de dados a entrevistas semiestruturadas e a observação participante. A análise de dados se dará pela análise discursiva com uso de mapas dialógicos. Espera-se que este estudo favoreça a problematização e sensibilização dos profissionais sobre a temática e, com isso, vislumbra-se a abertura para mudanças e melhorias nas práticas de atenção e de educação em saúde com mulheres no período puerperal. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)