Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação das mudanças nas taxas de assimilação de carbono e biossíntese de lignina em Eucalyptus por análise fenotípica de plantas e espectrometria de massa dirigida

Processo: 19/12580-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de novembro de 2019
Vigência (Término): 30 de junho de 2022
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia
Pesquisador responsável:Tiago Santana Balbuena
Beneficiário:Amanda Cristina Baldassi
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias (FCAV). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Jaboticabal. Jaboticabal , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:18/15035-8 - Avaliação do desempenho de plantas de eucalipto cultivadas em atmosfera rica em dióxido de carbono: relações fonte-dreno reveladas por proteômica dirigida, AP.JP2
Assunto(s):Bioquímica vegetal   Assimilação de carbono   Biossíntese   Mudança climática   Lignina   Eucalipto   Espectrometria de massas   Proteômica

Resumo

Nas últimas décadas, a humanidade viu um aumento sem precedentes nos níveis de CO2. Apesar de ser de grande preocupação para todos os organismos vivos na Terra, este cenário de CO2 crescente pode ser benéfico para a maioria das espécies vegetais, especialmente para aquelas que utilizam a via fotossintética C3, pois dependem de uma alta razão de CO2: O2 para compensar as perdas devido ao processo de fotorrespiração. Na presente proposta, pretendemos explorar as respostas morfológicas e bioquímicas em plantas de Eucalyptus cultivadas em diferentes concentrações de CO2. Para isso, as espécies de eucalipto serão cultivadas em câmaras de crescimento e de topo aberto e fenotipadas de acordo com os seguintes parâmetros: crescimento, taxa fotossintética, teor de clorofila, densidade/abertura estomática e teor de celulose e lignina. Em seguida, o proteoma cloroplastidial e as proteínas caulinares serão isoladas e investigadas em uma abordagem de proteômica dirigida, a fim de quantificar as principais enzimas e proteínas/proteoformas especificamente relacionadas à assimilação de carbono e à biossíntese de lignina. Até o final do projeto, esperamos prever as respostas de crescimento de eucalipto pelo estímulo de CO2 e identificar gargalos metabólicos na reação de assimilação de carbono e na via de biossíntese da lignina. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)