Busca avançada
Ano de início
Entree

Desenvolvimento e caracterização de scaffold de matriz extracelular descelularizada carregado com secretomas de células-tronco na bioengenharia tecidual da polpa dentária

Processo: 19/19066-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de outubro de 2019
Vigência (Término): 31 de maio de 2021
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Endodontia
Pesquisador responsável:Maria Stella Nunes Araujo Moreira
Beneficiário:Linda Sarah Reis Gomes Silva
Instituição-sede: Universidade Ibirapuera (UNIB). Campus Chácara Flora. São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Engenharia tecidual   Regeneração tecidual   Polpa dentária   Tecidos suporte   Células-tronco   Proteínas de matriz extracelulares   Modelos animais

Resumo

Evidências científicas assinalam que a regeneração tecidual após transplante de células-tronco é possível. Entretanto a utilização da bioengenharia tecidual com abordagens terapêuticas baseadas no homing de células-tronco tem se mostrado promissora à medida que scaffolds funcionalizados com moléculas bioativas recrutam células-tronco residentes para regenerar tecido pulpar. Esta abordagem surge como terapia promissora na endodontia regenerativa, uma vez que parece ser clinicamente viável, prática e acessível. Em estudo anterior, investigamos a aplicação de procedimento endodôntico regenerativo, em dentes vitais de ratos, baseado no homing de células-tronco dos tecidos periapicais para dentro de um scaffold natural (coágulo sanguíneo) no canal radicular, que resultou na formação de tecido conjuntivo similar à polpa dentária. No entanto, essa formação tecidual ocorreu em alguns canais, e o procedimento regenerativo foi aplicado a dentes vitais e num sistema estéril. No presente estudo, os objetivos são: 1) desenvolver e caracterizar scaffold hidrogel injetável natural; 2) obter substâncias secretadas por células-tronco (secretomas), funcionalizar o scaffold e investigar taxas e cinética de liberação dos secretoma; 3) analisar in vitro as respostas celulares ao scaffold funcionalizado.O scaffold será desenvolvido a partir de matriz extracelular descelularizada. Em seguida, será caracterizado quanto à composição bioquímica. Secretomas obtidos de células isoladas de polpa dentária caracterizadas como células-tronco serão incorporados no scaffold e a cinética de liberação será investigada. Finalmente células-tronco cultivadas no scaffold funcionalizado serão avaliadas quanto ao seu potencial de proliferação in vitro. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)