Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação do formulário curto da escala multidimensional UNESP - Botucatu para avaliação de dor em gatos por avaliador inexperiente

Processo: 19/14776-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de novembro de 2019
Vigência (Término): 31 de outubro de 2020
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Zoologia - Comportamento Animal
Pesquisador responsável:Stelio Pacca Loureiro Luna
Beneficiário:Mirella Miconi Neves
Instituição-sede: Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FMVZ). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:17/12815-0 - Dor e qualidade de vida em animais, AP.TEM
Assunto(s):Controle de formulários e registros   Gatos   Dor   Escalonamento multidimensional   Histerectomia

Resumo

A dor é uma experiência aversiva multidimensional e os gatos não a expressam de forma tão clara quanto os cães, o que torna maior o desafio de diagnosticá-la. Para avaliar a dor eficazmente requer-se instrumentos confiáveis e validados. Como parte do projeto Temático FAPESP 2017/12815-0, este projeto faz parte de um projeto guarda-chuva multicêntrico e multi-idiomas (português, inglês, francês, alemão, espanhol, italiano, chinês e japonês), de validação da versão curta da escala Unesp-Botucatu para avaliar a dor em gatos, que em sua versão completa, é uma referência mundial. Neste projeto de IC, objetiva-se validar o formulário curto da escala em pauta por um avaliador inexperiente, com a hipótese de que se obterá a mesma confiabilidade dos avaliadores experientes. Para tal comparar-se-á a confiabilidade intra e inter-observador da proponente com os avaliadores experientes, que avaliarão a escala em seus idiomas de origem. Serão analisados 30 vídeos oriundos de estudo prévio, de gatas submetidas à ovariohisterectomia. Os vídeos serão avaliados em duas fases com 30 dias de intervalo, em ordem aleatória e de forma encoberta, oriundos de quatro momentos: pré-operatório, pós-operatório, antes do resgate analgésico, pós-operatório, após o resgate analgésico e 24 horas após a cirurgia. A escala será comparada às escalas numérica, descritiva simples, analógica visual e versão curta de Glasgow e as todas serão submetidas a validação envolvendo confiabilidade, validade de critério e constructo (responsividade); correlação entre as escalas, sensibilidade, especificidade, consistência interna e ponto de corte.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)