Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação da produção de nanocompósitos de PHBV/nanocristais de celulose em misturador termocinético

Processo: 19/15888-3
Modalidade de apoio:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de outubro de 2019
Vigência (Término): 30 de novembro de 2021
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia de Materiais e Metalúrgica - Materiais Não-metálicos
Pesquisador responsável:Ana Paula Lemes
Beneficiário:Vitor Siqueira de Faria
Instituição Sede: Instituto de Ciência e Tecnologia (ICT). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus São José dos Campos. São José dos Campos , SP, Brasil
Assunto(s):Polímeros (materiais)   Nanocompósitos   Nanocristais de celulose   Materiais compósitos   Microscopia eletrônica de varredura   Microtomografia   Ensaios mecânicos   Varredura diferencial de calorimetria   Proliferação
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:Materiais compósitos | materiais poliméricos | nanocelulose | nanocompósitos | Phbv | Materiais Poliméricos

Resumo

Os polímeros biodegradáveis são objetos de estudo muito recorrentes nos dias de hoje, devido à preocupação com o meio ambiente. Dentre estes, se destaca o poli(3-hidroxibutirato-co-3-hidroxivalerato), ou PHBV, pertencente à família dos PHA. O PHBV tem um grande potencial de aplicação em indústrias de embalagem e demais setores industriais e também na área médica, na produção de scaffolds para regeneração tecidual. Contudo, o PHBV ainda apresenta algumas limitações para este uso, como baixa resistência mecânica e alto custo. Por isso, é interessante a produção de nanocompósitos de PHBV, uma vez que a introdução de nanocargas pode promover um aumento em sua resistência mecânica e/ou ocasionar mudanças em propriedades que aumentem seu potencial de aplicação em determinada área. Os nanocristais de celulose (NCC) podem ser empregados como reforço para o PHBV, visto que possuem as propriedades mecânicas desejadas e cumprem os requisitos de serem, assim como o PHBV, obtidos de fontes renováveis, além de serem biocompatíveis e biodegradáveis. No entanto, devido à natureza hidrofílica dos NCC, é desejável a utilização de um agente compatibilizante para obter uma boa adesão entre nanocarga/matriz. Deste modo, nanocompósitos de PHBV-g-AM e PHBV reforçados com NCC serão produzidos, com concentrações de NCC de 1; 3 e 5% (m/m) em um misturador termocinético. Os corpos de prova serão obtidos por prensagem com aquecimento e caracterizados por microscopia eletrônica de varredura (MEV), ensaio de microtomografia, ensaio mecânico de tração, calorimetria exploratória diferencial (DSC), e proliferação celular in-vitro.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
DE FREITAS, AMANDA DE SOUSA MARTINEZ; DA SILVA, ANA PAULA BERNARDO; MONTAGNA, LARISSA STIEVEN; NOGUEIRA, IURY ARAUJO; CARVALHO, NATHAN KEVIN; DE FARIA, VITOR SIQUEIRA; DOS SANTOS, NATALI BOMFIM; LEMES, ANA PAULA. Thermoplastic starch nanocomposites: sources, production and applications - a review. JOURNAL OF BIOMATERIALS SCIENCE-POLYMER EDITION, . (19/15976-0, 19/15888-3, 19/15957-5)

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas utilizando este formulário.