Busca avançada
Ano de início
Entree

Densidade, porosidade e condutividade hidráulica do solo sob sistemas de manejo conservacionistas em cana-de-açúcar

Processo: 19/14501-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de setembro de 2019
Vigência (Término): 31 de agosto de 2020
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Engenharia Agrícola - Engenharia de Água e Solo
Pesquisador responsável:Zigomar Menezes de Souza
Beneficiário:Elias Samuel Mozambani Ospina
Instituição-sede: Faculdade de Engenharia Agrícola (FEAGRI). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Conservação do solo   Manejo do solo   Preparo do solo   Condutividade hidráulica do solo   Porosidade do solo   Densidade do solo   Cana-de-açúcar   Delineamento experimental

Resumo

A produção da cana-de-açúcar no Brasil se caracteriza pelo uso de sistemas convencionais de preparo de solo, que implicam em alto revolvimento por meio do uso de maquinário, o que afeta sua estrutura influenciando significativamente no fluxo de água no solo. Alternativas de manejo do solo têm surgido visando a manutenção da sua qualidade e da umidade do solo, minimizando as perdas de solo e o escoamento superficial. Portanto, o objetivo desta pesquisa é avaliar os impactos combinados de sistemas de preparos conservacionistas do solo e de plantas de cobertura sob a densidade, a porosidade e a condutividade hidráulica do solo, no quarto ciclo de produção da cana-de-açúcar. O estudo será desenvolvido num Argissolo Vermelho distrófico típico em área experimental implantada em 2014 na Usina Santa Fé no município de Ibitinga (São Paulo - Brasil). O experimento tem um delineamento de faixas, com três repetições, disposição de quatro plantas de cobertura nas faixas horizontais (crotalária, milheto, amendoim e sorgo) e de três sistemas de preparo do solo nas faixas verticais (cultivo mínimo, cultivo mínimo com subsolagem profunda e plantio direto). A densidade do solo será determinada pela razão entre a massa do solo seco e o volume da amostra indeformada do solo. A porosidade do solo será determinada pelo método da mesa de tensão e a condutividade hidráulica do solo pelo método de carga constante usando um sistema de medição automatizado KSAT. As avaliações serão realizadas nas camadas de 0,00-0,05 m, 0,05-0,10 m, 0,10-0,20 m e 0,20-0,30 m. Com a concretização do projeto, espera-se compreender o impacto dos sistemas conservacionistas em lavouras de cana-de-açúcar na sua qualidade estrutural do solo e sua influência no rendimento da cultura.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)