Busca avançada
Ano de início
Entree

Desenvolvimento de formulações cosméticas contendo biopolímero com propriedade filmógena: extratos de Kappaphycus alvarezii e Caesalpinia Spinosa

Processo: 19/00432-4
Modalidade de apoio:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de setembro de 2019
Vigência (Término): 31 de agosto de 2020
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Farmácia
Pesquisador responsável:Patrícia Maria Berardo Gonçalves Maia Campos
Beneficiário:Letícia Kakuda
Instituição Sede: Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto (FCFRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Cosmetologia   Cosméticos   Extratos vegetais   Caesalpinia   Kappaphycus alvarezii
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:antipoluição | biopolimero | efeito filmógeno | eficácia clínica | microscopia confocal de reflectância (MCR) | Cosmetologia

Resumo

Há inúmeros produtos cosméticos com apelo de ação antipoluição disponíveis no mercado, porém, em sua maioria, apresentam esta ação de forma indireta, retardando ou amenizando as consequências do contato entre a pele e a poluição. Assim, o desenvolvimento de formulações cosméticas que protegem a pele desta interação de forma mais efetiva nos direciona para a obtenção de formulações com efeito filmógeno. No entanto, ainda é pouco conhecido o mecanismo de ação das substâncias ativas com potencial efeito antipoluição, como os biopolímeros presentes no extrato de Tara - Caesalpinia Spinosa Fruit e da alga vermelha Kappaphycus Alvarezii que apresentam um grande potencial de aplicação, pois promovem a formação de um filme sobre a pele além de serem uma alternativa natural. Nesse contexto, o objetivo do presente estudo foi desenvolver e avaliar as propriedades físico-mecânicas - comportamento reológico e perfil de textura de formulações cosméticas contendo biopolímero filmógeno composto do extrato de Tara Caesalpinia Spinosa Fruit e da alga vermelha Kappaphycus Alvarezii, bem como avaliar a eficácia clínica da ação filmógena das mesmas por meio de técnicas avançadas de biofísica e análise de imagem da pele como a Microscopia Confocal de Reflectância (MCR). Para a avaliação da eficácia de cosméticos, a aplicação de técnicas de biofísica e imagem da pele é um diferencial pois possibilita avaliar a eficácia clínica por métodos não invasivos e em tempo real. Dentre essas, destaca-se a microscopia confocal de reflectância, pois a mesma permite a caracterização das camadas da pele com a visualização do efeito filmógeno de formulações cosméticas sobre o estrato córneo e, ainda, seus efeitos em longo prazo na epiderme viável. Por fim, o presente estudo apresenta como contribuição a comprovação cientifica da eficácia de formulações cosméticas para a proteção da pele e auxiliará no entendimento da relação entre a pele e o ambiente externo, sobretudo a poluição.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)