Busca avançada
Ano de início
Entree

Modificações de superfície biocompatíveis de metal-organic framework de ZIF-8 para uso como sistemas de liberação de fármacos

Processo: 19/14124-0
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado
Vigência (Início): 21 de outubro de 2019
Vigência (Término): 20 de outubro de 2020
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Farmácia - Farmacotecnia
Pesquisador responsável:Marlus Chorilli
Beneficiário:Gilmar Hanck da Silva
Supervisor no Exterior: Patricia Horcajada Cortés
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Farmacêuticas (FCFAR). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araraquara. Araraquara , SP, Brasil
Local de pesquisa: Instituto Madrileño de Estudios Avanzados em Energía (IMDEA-Energía), Espanha  
Vinculado à bolsa:18/17672-5 - Avaliação do potencial do ácido gálico encapsulado em metal-organic frameworks funcionalizados com cetuximabe no tratamento do Câncer de Próstata, BP.DR
Assunto(s):Estrutura metal-orgânica   Liberação controlada de fármacos   Nanotecnologia farmacêutica   Propriedades físico-químicas   Cetuximab   Ácido gálico

Resumo

Estruturas metal-orgânicas (MOFs) são uma classe de materiais altamente porosos que oferecem muitas oportunidades para aplicações, incluindo biologia e medicina, destacando-se como promissores sistemas de liberação de fármacos (DDS) devido a sua grande variabilidade de composições (metais, ligantes orgânicos), diversidade estrutural (tamanho dos poros, topologias) e alta capacidade de encapsulamento de diferentes ingredientes ativos. Além disso, essas características físico-químicas permitem modificações superficiais que podem minimizar sua interação com o volume, melhorando a estabilidade e a solubilidade, promovendo a barreira fisiológica ou a entrega ao local alvo do organismo. O processo de funcionalização da superfície dos MOFs pode ser realizado por duas estratégias: (1) enxerto, onde a molécula é covalentemente conjugada ao MOF; e (2) adsorção, onde a molécula é aderida à superfície do MOF através de interações não covalentes. Para isso, alguns agentes biofuncionais podem ser utilizados, como o cetuximabe (CTX) e a transferrina (Tf). CTX e Tf têm sido utilizados como biofármacos e revestimentos em DDS para o tratamento de vários tipos de câncer por seletividade de células cancerígenas que superexpressam alguns receptores, como receptor do fator de crescimento epidérmico (EGFR) e receptor da transferrina (TfR), respectivamente. Neste contexto, este projeto visa promover modificações de superfície para conjugar diferentes agentes biofuncionais na superfície externa de MOFs nanométricas (nanoMOFs) para posterior avaliação em modelos in vitro e in vivo para o tratamento do câncer de próstata. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)