Busca avançada
Ano de início
Entree

Inativação Irreversível do Vírus Zika por Copolímeros Dendríticos como Agentes Antivirais de Ampla Ação

Processo: 19/17028-1
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 28 de outubro de 2019
Vigência (Término): 27 de outubro de 2020
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Físico-química
Pesquisador responsável:Mateus Borba Cardoso
Beneficiário:Lívia Mesquita Dias Loiola
Supervisor no Exterior: Alexander N. Zelikin
Instituição-sede: Centro Nacional de Pesquisa em Energia e Materiais (CNPEM). Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (Brasil). Campinas , SP, Brasil
Local de pesquisa: Aarhus University, Dinamarca  
Vinculado à bolsa:16/21598-0 - Nanopartículas de sílica funcionalizadas:uma estratégia para a inativação do vírus Zika, BP.PD
Assunto(s):Polímeros   Vírus Zika

Resumo

Apesar dos avanços significativos nos últimos séculos, a humanidade ainda sofre com uma variedade de doenças virais para as quais não se tem vacinas ou tratamentos específicos. O desenvolvimento de medidas de prevenção ou tratamento para doenças virais emergentes tem se mostrado difícil e caro. A solução para este problema pode residir em moléculas que são amplamente ativas, protetoras contra diferentes vírus, também conhecidas como agentes antivirais de ampla ação. Propomos aqui o desenvolvimento de materiais baseados em poliânions dendríticos, que podem atuar como polímeros virustáticos, levando à distorção irreversível dos vírus, como consequência da ligação multivalente as partículas virais. A resposta prevista de inativação viral permanente pelos polímeros dendríticos, com foco principal no ZIKV brasileiro, os tornaria estratégias terapêuticas virucidas contra infecções virais em humanos.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)