Busca avançada
Ano de início
Entree

Canabinoides no circuito amigdaliano-parabraquial e a regulação da dor

Processo: 19/12439-3
Modalidade de apoio:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado
Vigência (Início): 01 de outubro de 2019
Vigência (Término): 30 de setembro de 2020
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Psicologia - Psicologia Fisiológica
Pesquisador responsável:Christie Ramos Andrade Leite Panissi
Beneficiário:Gleice Kelli Ribeiro da Silva Cardoso
Supervisor: Asaf Keller
Instituição Sede: Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto (FFCLRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Local de pesquisa: University of Maryland, Baltimore (UMB), Estados Unidos  
Vinculado à bolsa:18/06877-5 - Tratamento sistêmico com canabidiol em modelo de dor neuropática: avaliação dos componentes sensorial-discriminativo e emocional-motivacional da sensibilidade dolorosa, BP.DR
Assunto(s):Neurofisiologia   Dor neuropática   Dor crônica   Núcleos parabraquiais   Receptores de canabinoides
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:amygdala | area parabrachial | CB1 cannabinoid receptor | chronic pain | in vitro electrophysiology | the endocannabinoid system | Neurofisiologia da dor

Resumo

A dor neuropática, desenvolve-se como consequência de uma lesão ou doença que afeta as vias somatossensoriais no sistema nervoso periférico ou central e acompanha muitas doenças sistêmicas. Entre os sistemas neuroquímicos de modulação da dor, o sistema canabinoide é um importante sistema endógeno que participa do circuito da sensibilidade dolorosa, funcionando paralelamente ao sistema opioide e desempenhando papéis cruciais no desenvolvimento e resolução dos estados álgicos, bem como nos aspectos afetivos e cognitivos. aspectos da dor. Os sinais nociceptivos originados da periferia são transportados para o cérebro através de vias aferentes e ascendentes específicas. A via spino- (trigemino-) parabrachio-amigdalóide é uma das principais vias mediadoras de sinais de neurônios ascendentes específicos desde a nocicepção até a amígdala central, uma estrutura límbica envolvida em respostas emocionais associadas ao sinal aversivo, incluindo os aspectos emocionais da dor. Evidências implicaram a amígdala na modulação da dor, e parece que a amígdala está criticamente envolvida tanto no aumento da dor (hiperalgesia) quanto na redução da dor (hipoalgesia ou analgesia). A parte capsular da amígdala central (CeC) é chamada de "amígdala nociceptiva", pois recebe informações nociceptivas de várias vias, incluindo a entrada monossináptica do núcleo parabraquial lateral (LPB), um dos principais alvos dos neurônios ascendentes na medula espinhal. e chifre dorsal. Assim, com base na literatura, investigaremos a hipótese de que o receptor CB1 regula de forma pré-sináptica a liberação de GABA dos estímulos da amígdala nos neurônios parabraquiais para suprimir a dor em um modelo de dor crônica (constrição do nervo infra-orbital). Pretendemos compreender os mecanismos que estariam envolvidos na modulação da dor neuropática e relacionados à neurotransmissão endocanabinóide na projeção inibitória da amígdala ao núcleo parabraquial. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
SILVA-CARDOSO, GLEICE K.; LAZARINI-LOPES, WILLIAN; PRIMINI, EDUARDO OCTAVIANO; HALLAK, JAIME E.; CRIPPA, JOSE A.; ZUARDI, ANTONIO W.; GARCIA-CAIRASCO, NORBERTO; LEITE-PANISSI, CHRISTIE R. A.. Cannabidiol modulates chronic neuropathic pain aversion behavior by attenuation of neuroinflammation markers and neuronal activity in the corticolimbic circuit in male Wistar rats. Behavioural Brain Research, v. 452, p. 16-pg., . (21/13622-6, 19/12439-3, 22/05471-0, 18/06877-5, 14/50891-1)

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas utilizando este formulário.