Busca avançada
Ano de início
Entree

Gestos e sentidos corporais nos relevos palacianos assírios.

Processo: 19/16055-5
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de fevereiro de 2020
Vigência (Término): 28 de junho de 2020
Área do conhecimento:Ciências Humanas - História - História Antiga e Medieval
Pesquisador responsável:Marcelo Aparecido Rede
Beneficiário:Leandro Penna Ranieri
Supervisor no Exterior: Martin Worthington
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Local de pesquisa: University of Cambridge, Inglaterra  
Vinculado à bolsa:18/13540-7 - Gestos e sentidos corporais nos relevos palacianos assírios (séculos IX-VII AEC), BP.PD
Assunto(s):Sentidos   Imagens   Gestos   Assíria

Resumo

O objetivo da pesquisa pós-doutoral é identificar e examinar a expressão gestual e a evocação de sentidos corporais nos relevos assírios do primeiro milênio AEC (séculos IX a VII), dos palácios de Kalhu (ou Nimrud, dos períodos de reinado de Assurnasirpal II e Tiglath-Pileser III) e de Nínive (dos reinados de Senaqueribe e Assurbanipal). Nas esculturas parietais em baixo relevo, implementadas nos palácios da Assíria durante seu desenvolvimento imperial, as imagens do corpo configuram uma das camadas de significado desses objetos. O conhecimento do contexto histórico do período, da arquitetura dos palácios e das cenas narrativas dos relevos tem servido à análise de seus aspectos corporais. Com relação à gestualidade e à sensorialidade, a historiografia geral tem identificado, em fontes escritas, como os sentidos são valorados e como constituem ambientes sensoriais, em lugares e tempos diversos, nos quais são balizadas as experiências vividas, assim como os gestos são localizados em expressões que comunicam, por metáforas corporais, um significado relacionado a códigos de comportamentos. Contudo, em recortes antigos ou modernos, orientais ou ocidentais, os gestos e sentidos corporais são tratados como objetos de pesquisa separados e investigados prioritariamente através de documentos escritos. Nas imagens dos relevos, o corpo figura na realização de gestos, que podem suscitar a composição de um ambiente circundante sensorial, interior ou exterior à imagem, relacionado à iluminação, sonoridade, odor e experiências cinestésicas. A partir de uma abordagem que coliga as contribuições reconhecidas da antropologia, arqueologia e história, busca-se examinar a gestualidade e a sensorialidade, e sua interligação, a partir das imagens dos relevos dos palácios assírios. Para o proposto Estágio de Pesquisa no Exterior, com duração de cinco meses, o foco será sobre os relevos palacianos do contexto histórico de Kalhu. Este foco desdobra-se em três metas: escrever um ensaio analítico; realizar levantamento bibliográfico das recentes publicações em História do período Neoassírio e em "Sensorial Studies"; e participar ativamente da comunidade acadêmica, especialmente através de Seminários.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)