Busca avançada
Ano de início
Entree

Citotoxicidade e efeito indutor de mineralização de flavonóides sobre células osteoblásticas

Processo: 19/02129-7
Modalidade de apoio:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de agosto de 2019
Vigência (Término): 30 de abril de 2021
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Odontopediatria
Pesquisador responsável:Cristiane Duque
Beneficiário:Rafaela Laruzo Rabelo
Instituição Sede: Faculdade de Odontologia (FOA). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araçatuba. Araçatuba , SP, Brasil
Assunto(s):Endodontia   Periodontite periapical   Calcificação fisiológica   Perda do osso alveolar   Osteoblastos   Flavonoides
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:flavonóides | mineralização óssea | osteoblastos | Periodontite apical | Endodontia

Resumo

A perda óssea dentária e a formação de lesões periapicais surgem como uma consequência do desequilíbrio da homeostase óssea. Os osteoblastos, juntamente com os osteoclastos e osteócitos, atuam na formação e na reabsorção óssea. Vários marcadores de formação óssea são produzidos por osteoblastos ativos e refletem diferentes aspectos da diferenciação osteoblástica e da remodelação óssea. Com isso, muitos autores têm explorado o uso de fitoterápicos, visando obter novos compostos que apresentem propriedades terapêuticas, como os flavonoides, e que estimulem a neoformação óssea e o reparo da região periapical. O objetivo deste estudo será avaliar in vitro a citotoxicidade e efeito indutor de mineralização de flavonoides sobre células osteoblásticas humanas. Para isso, células osteoblásticas da linhagem Saos-2 serão expostas aos seguintes flavonoides: quercetina, miricetina e seus derivados taxifolina, isoquercitrina, rutina, amelopsina e EGCG de forma isolada ou combinada e avaliado o efeito citotótico, a atividade de fosfatase alcalina, indução de nódulos de mineralização e a expressão gênica de marcadores de mineralização em células osteoblásticas como colágeno tipo I (COL-1), osteocalcina (OCN), osteopontina (OPN) e sialoproteina óssea (BSP). Também será realizada a quantificação da proteína com maior expressão gênica (COL-1, OCN ou OPN), por meio do método de ELISA. Além disso, será possível derterminar a relação estrutura-atividade baseada nas diferenças químicas entre os flavonoides e resultados obtidos nos ensaios biológicos que poderá direcionar futuros trabalhos com os flavonoides. Com este estudo, pretende-se propor uma medicação intracanal com flavonoides naturais que apresentem propriedades terapêuticas baseadas nos resultados in vitro, porém visando uma futura aplicação clínica. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
MASSUNARI, LOIANE; RABELO, RAFAELA LARUZO; LEITE, MARIA LUISA; SOARES, DIANA GABRIELA; ANOVAZZI, GIOVANA; SOUZA COSTA, CARLOS ALBERTO; DUQUE, CRISTIANE. Dose- and time-dependent effects of taxifolin on viability and mineralization markers of osteoblast-like cells. Brazilian Oral Research, v. 35, . (15/00812-0, 17/10940-1, 19/02129-7)
Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
RABELO, Rafaela Laruzo. Citotoxicidade e efeito indutor de mineralização de flavonoides sobre células osteoblásticas.. 2021. Dissertação de Mestrado - Universidade Estadual Paulista (Unesp). Faculdade de Odontologia. Araçatuba Araçatuba.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas utilizando este formulário.