Busca avançada
Ano de início
Entree

Cidades de direitos: as políticas de saúde para migrantes internacionais nas cidades de São Paulo (Brasil) e Barcelona (Espanha)

Processo: 18/22974-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de julho de 2019
Vigência (Término): 30 de junho de 2022
Área do conhecimento:Interdisciplinar
Pesquisador responsável:Deisy de Freitas Lima Ventura
Beneficiário:Jameson Vinícius Martins da Silva
Instituição-sede: Faculdade de Saúde Pública (FSP). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Políticas públicas   Política de saúde   Serviços de saúde   Migrantes   Refugiados   Direito à saúde   São Paulo (SP)   Barcelona (cidade)

Resumo

Cabe aos governos nacionais estabelecer e aplicar as regras de admissão e permanência em seu território. A tangibilidade da mobilidade humana internacional ocorre, porém, no nível local. Assim, as políticas elaboradas e/ou conduzidas por governos locais parecem ser determinantes do nível de integração dos migrantes às sociedades de acolhida. Atualmente, iniciativas em cidades de diferentes regiões do mundo configuram aparentemente uma agenda de salvaguarda dos direitos dessa população, na qual se destaca a saúde dos migrantes e refugiados. No espaço urbano, os riscos relacionados à saúde -- doenças infecciosas, psíquicas e crônicas, entre outras -- afetam o território de forma heterogênea. Migrantes e refugiados são particularmente vulneráveis, por diversos motivos que vão de suas condições laborais e habitacionais à carência de políticas de saúde. Este projeto de pesquisa pretende verificar se duas grandes cidades, São Paulo (Brasil) e Barcelona (Espanha), podem ser apresentadas como "cidades de direitos", provavelmente paradigmáticas no campo da saúde dos migrantes. Por meio de pesquisa qualitativa (teórica, empírica e documental), pretende identificar e avaliar as políticas para migrantes e refugiados no plano local, em especial quanto à garantia do direito à saúde, além de investigar como as relações entre os diferentes níveis de governo (regional, nacional, local) afetam a formulação e a implementação destas políticas. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)