Busca avançada
Ano de início
Entree

Produção de mudas por semente e estaquia em pitaya

Processo: 18/01671-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de março de 2019
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2021
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Fitotecnia
Convênio/Acordo: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Pesquisador responsável:Maria Gabriela Fontanetti Rodrigues
Beneficiário:Tatiane Paes dos Santos
Instituição-sede: Faculdade de Engenharia (FEIS). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Ilha Solteira. Ilha Solteira , SP, Brasil
Assunto(s):Propagação vegetal   Mudas (plantas)   Pitaia

Resumo

A pitaya (Hylocereus undatus Haw.), é considerada uma cultura promissora para o cultivo, devido ao maior consumo de frutas exóticas, valor comercial e rusticidade. O estudo da produção de mudas é de fundamental importância quando se busca novas técnicas para o cultivo e produção de pitaya vermelha. Assim, o objetivo do presente trabalho é avaliar os efeitos na produção de mudas de pitaya por semente e estaquia, conforme diferentes épocas de coleta (verão e inverno) e concentrações de ácido giberélico, bem como o tempo de armazenamento de frutos, tendo em vista a qualidade fisiológica. O experimento será conduzido no Laboratório de Fitotecnia do Departamento de Fitotecnia, Tecnologia de Alimentos e Sócio-Economia, na Faculdade de Engenharia de Ilha Solteira - FEIS/UNESP. O projeto será dividido em dois experimentos. Para o primeiro experimento, serão utilizados três tamanhos de estacas (cladódios) com 10, 20 e 40 centímetros de comprimento, coletados em épocas diferentes. Das variáveis analisadas: comprimento das estacas (cm), massa fresca e seca (g), número de brotações e porcentagem de pegamento. O delineamento experimental será em bloco casualizado, em esquema fatorial 3x2 (tamanho de estaca x época de coleta), com quatro repetições e cinco estacas por parcela. As médias serão comparadas pelo teste Scott-Knott em nível de 5% de probabilidade e análise de regressão polinomial. No segundo experimento, o material utilizado será proveniente de sementes de frutos maduros de pitaya vermelha, armazenados ou não a temperatura de 10°C, em que as sementes serão imersas em ácido giberélico nas concentrações de 0, 50, 100, 500 e 1000 ppm por 4 horas, seguido da semeadura. O delineamento experimental será inteiramente casualisado, com cinco tratamentos e quatro repetições. As características analisadas serão: primeira contagem de germinação (%), germinação (%), índice de velocidade de germinação, índice de velocidade de emergência, comprimento de plântula (cm), massa fresca e seca de plântulas (g).

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
FONTANETTI RODRIGUES, MARIA GABRIELA; ARRUDA FERREIRA, ANTONIO FLAVIO; MALAGUTTI, EMELY DA SILVA; PINTO, MILENA DOS SANTOS; HONORATO MONTEIRO, LAIS NAIARA; DE SA, MARCO EUSTAQUIO. Cladode size and collection time for pitahaya propagation. Ciência e Agrotecnologia, v. 45, 2021. Citações Web of Science: 0.
Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
SANTOS, Tatiane Paes dos. Produção de mudas por semente e estaquia em pitaya. 2021. Dissertação de Mestrado - Universidade Estadual Paulista (Unesp). Faculdade de Engenharia. Ilha Solteira Ilha Solteira.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.