Busca avançada
Ano de início
Entree

Treinamento de cotação dos instrumentos Face-to-Face Still Face e Care-Index: parceria entre Brasil e Portugal

Processo: 19/05593-6
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Mestrado
Vigência (Início): 22 de junho de 2019
Vigência (Término): 21 de julho de 2019
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Fonoaudiologia
Pesquisador responsável:Dionísia Aparecida Cusin Lamônica
Beneficiário:Ana Teresa Hernandes Teodoro
Supervisor no Exterior: Pedro Nuno de Azevedo Lopes dos Santos
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia de Bauru (FOB). Universidade de São Paulo (USP). Bauru , SP, Brasil
Local de pesquisa: Universidade do Porto (UP), Portugal  
Vinculado à bolsa:18/07720-2 - Qualidade de interação mãe-bebê e o impacto nas habilidades do desenvolvimento infantil de crianças prematuras e a termo aos 3 meses de idade, BP.MS
Assunto(s):Desenvolvimento infantil   Recém-nascido prematuro   Linguagem   Relações mãe-filho   Cognição

Resumo

O impacto da prematuridade nas habilidades do desenvolvimento infantil vem sido estudado e o resultados apontam para os déficits globais nesta população. Estudos apontam que a interação da criança com sua mãe influencia particularmente este processo, de modo que possibilita a criança experiências que atuam como base para o desenvolvimento de habilidades que culminam em comportamentos adaptativos, linguísticos e cognitivos adequados. A identificação precoce de alterações no desenvolvimento possibilita que processo interventivos sejam elaborados e, consequentemente os efeitos deletérios da prematuridade sejam minimizados. Neste contexto, instrumentos que possibilitem a avaliação precoce de habilidades do desenvolvimento infantil e dos fatores maternos são relevantes, de maneira que profissionais sensíveis para a aplicação, análise e observação da criança e de suas famílias podem contribuir para a melhora na qualidade de vida, otimizando o desenvolvimento. Os instrumentos Face-to-face Still-Face e Child-Adult Relationship Experimental Index-Care Index permitem que a sensibilidade materna, os processos de autorregulação e a qualidade da díade mãe-bebê sejam avaliados desde os primeiros meses de vida e tem sido utilizado para avaliação de bebês nascidos prematuros e a termo. Objetivo: O presente projeto busca apresentar a proposta de realização de estágio na Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação da Universidade do Porto e na Escola Superior de Educação de Lisboa com o objetivo de instrumentalizar a pesquisadora para análise e cotação das filmagens de interação mãe-bebê, obtidos por meio dos instrumentos Face-to-Face Still-Face e Care-Index. Material e métodos: As atividades propostas estão previstas para ocorrerem no mês de julho de 2019 com duração de 31 dias onde a discente irá frequentar atividades teóricas e práticas a fim de instrumentalizá-la para a cotação dos dados obtidos no projeto de mestrado vinculado a esta proposta, até obter os padrões de confiabilidade de 80%. A previsão é de análise de 30 vídeos (15 portugueses e 15 brasileiros). Além disso, propõe-se a realizar discussões acerca da literatura pertinente sempre voltada para o desenvolvimento infantil. Forma de análise dos resultados: os treinamentos nos instrumentos favorecerão a obtenção da confiabilidade das medidas, sem as quais os procedimentos experimentais não poderão ser utilizados analisados. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
FUERTES, MARINA; RIBEIRO, CAMILA DA COSTA; BARBOSA, MIGUEL; GONCALVES, JOANA; TEODORO, ANA TERESA; ALMEIDA, RITA; BEEGHLY, MARJORIE; DOS SANTOS, PEDRO LOPES; CUSIN LAMONICA, DIONISIA APARECIDA. Patterns of regulatory behavior in the still-face paradigm at 3 months: A comparison of Brazilian and Portuguese infants. PLoS One, v. 16, n. 6 JUN 11 2021. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.