Busca avançada
Ano de início
Entree

Mapeamento e especiação química de sementes e plântulas de soja tratadas com fontes de níquel

Processo: 19/04585-0
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Mestrado
Vigência (Início): 01 de agosto de 2019
Vigência (Término): 31 de janeiro de 2020
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Ciência do Solo
Pesquisador responsável:José Lavres Junior
Beneficiário:Jessica Bezerra de Oliveira
Supervisor no Exterior: Antony Van Der Ent
Instituição-sede: Centro de Energia Nuclear na Agricultura (CENA). Universidade de São Paulo (USP). Piracicaba , SP, Brasil
Local de pesquisa: University of Queensland, Brisbane (UQ), Austrália  
Vinculado à bolsa:18/13738-1 - Tratamento de semente de soja com micro e nanofertilizante a base de hidróxido de níquel e sulfato de níquel: avaliação da eficiência da FBN e do crescimento vegetal, BP.MS
Assunto(s):Nutrição mineral de plantas   Tecnologia de sementes   Métodos para melhoria da produtividade   Nanopartículas   Cobalto   Molibdênio   Glycine max

Resumo

O uso potencial de nanopartículas (NPs) como nutriente para o tratamento de sementes tem despertado muito interesse na comunidade científica. O uso de NPs na agricultura é promissor, mas há uma falta de informação sobre sua interação com as plantas, bem como seu potencial para aumentar o crescimento e a produtividade das plantas. O tratamento de sementes com cobalto, molibdênio das estirpes de Bradyrhizobium e níquel (Ni) tem sido praticado para melhorar as culturas. O objetivo deste trabalho será avaliar o efeito do tratamento de sementes de soja e mudas com fontes de Ni: (1) Ni hidróxido - Ni (OH) 2 - dimensão micrométrica (5µm); (2): Ni sulfato - NiSO4; e (3): Ni hidróxido de níquel - Ni (OH) 2 - dimensão nanométrica (5nm), ambos a uma taxa de 360 mg kg - 1 (limite detectável do equipamento) na absorção de níquel pelas plantas, Ni de nitrogênio -translocação e sua distribuição nos tecidos vegetais. A distribuição e a especiação química do Ni fornecido às sementes e plântulas serão avaliadas por fluorescência de micro-raios X (µ-XRF) e micro-raios-x de absorção na borda da estrutura (µ-XANES). Todas as sementes tratadas e germinadas posteriormente serão analisadas em rizoboxes durante os estádios fenológicos V1 e V1, com ênfase também nas raízes, solo-rizosfera e brotos (apenas V1). A principal motivação para este tipo de análise físico-química em plantas submetidas a NP, é necessária para o desenvolvimento de novos fertilizantes à base de Ni, a fim de diminuir a quantidade total aplicada no solo ou aumentar a eficiência do uso de nutrientes, reduzindo possíveis constrangimentos ao ambiente e saúde humana e melhoria do rendimento agronômico com menor custo para os agricultores. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
DE OLIVEIRA, JESSICA BEZERRA; LAVRES, JOSE; VAN DER ENT, ANTONY. In Situ Analysis of Nickel Uptake from Foliar Application in Pecan Using Instrumental mu XRF Analysis. JOURNAL OF SOIL SCIENCE AND PLANT NUTRITION, SEP 2021. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.