Busca avançada
Ano de início
Entree

Sistemática de novos espécimes de Dinosauriformes do Triássico Superior (Carniano) do Cerro da Alemoa, Formação Santa Maria-RS e sua importância para evolução e paleobiologia dos primeiros dinossauros

Processo: 18/24031-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de março de 2019
Vigência (Término): 31 de março de 2021
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Zoologia - Paleozoologia
Pesquisador responsável:Max Cardoso Langer
Beneficiário:Gabriel Mestriner da Silva
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto (FFCLRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:14/03825-3 - A origem e irradiação dos dinossauros no Gondwana (Neotriássico - Eojurássico), AP.TEM
Bolsa(s) vinculada(s):19/07510-0 - Sistemática de novos espécimes de Dinosauriformes do Triássico Superior (Carniano) da Formação Santa Maria e implicações filogenéticas sobre a histologia de mandíbulas de silessaurídeos, BE.EP.MS
Assunto(s):Paleobiologia   Evolução biológica   Dinossauros   Revisão sistemática   Mandíbula   Triássico   Santa Maria (RS)

Resumo

O plano de pesquisa apresentado contempla a preparação e descrição de materiais de silessaurídeos coletados na localidade do Cerro da Alemoa, arredores de Santa Maria-RS, nos níveis superiores da Formação Santa Maria, Triássico Superior. O material consiste em mandíbulas parciais contendo dentes, vértebras, costelas, ílios, fêmures, tíbias, fíbulas e elementos pedais. Concomitantemente serão realizadas análises de tomografia computadorizada, de microscopia eletrônica de varredura e osteohistológicas de um dos elementos mandibulares, com a finalidade de verificar a natureza do padrão de implantação dentária presente em Silesauridae (descrito como anquilo-tecodonte na literatura). As informações obtidas serão incluídas em um estudo comparativo a fim de identificar taxonomicamente o material. Será também desenvolvido um estudo filogenético englobando os Dinosauriformes mais antigos. Isso se justifica por ainda haver muitas incertezas quanto ao posicionamento filogenético de Silesauridae, ora incluídos em Dinosauria (afins à Ornitischia), ora recuperados como grupo irmão do mesmo. O registro ainda se reveste de importância por representar da primeira ocorrência de silessaurídeos para a localidade e para o Carniano do Brasil, refinando o entendimento acerca da origem e irradiação dos dinossauros e das características que se fixaram no clado permitindo seu sucesso evolutivo. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
MESTRINER, GABRIEL; LEBLANC, AARON; NESBITT, STERLING J.; MARSOLA, JULIO C. A.; IRMIS, RANDALL B.; DA-ROSA, ATILA AUGUSTO STOCK; RIBEIRO, ANA MARIA; FERIGOLO, JORGE; LANGER, MAX. Histological analysis of ankylothecodonty in Silesauridae (Archosauria: Dinosauriformes) and its implications for the evolution of dinosaur tooth attachment. Anatomical Record-Advances in Integrative Anatomy and Evolutionary Biology, JUN 2021. Citações Web of Science: 0.
Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
. Fixação dentária em Silesauridae: entendendo a fase ontogenética \anquilo-tecodonte\ na evolução da tecodontia de Arcossauros. 2021. Dissertação de Mestrado - Universidade de São Paulo (USP). Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto (PCARP/BC) Ribeirão Preto.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.