Busca avançada
Ano de início
Entree

Os Yanomami e o xamanismo pelas fotografias de Claudia Andujar

Processo: 18/25158-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de março de 2019
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2021
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Antropologia
Pesquisador responsável:Sylvia Caiuby Novaes
Beneficiário:Laila Zilber Kontic
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Fotografia   Yanomami   Xamanismo   Rituais religiosos

Resumo

Este projeto pretende analisar a relação entre a fotógrafa Claudia Andujar e os índios Yanomami, a partir de suas fotografias dos rituais xamânicos. Produzidas principalmente entre 1971 e 1977, essas fotografias têm características estéticas que possibilitam, de modo geral, a apreensão da complexidade dos valores e crenças Yanomami, por sua vez indissociáveis do xamanismo. Isso porque sua forma de pensar o mundo é tecida por este, de modo que entender como opera esse pensamento é uma forma de acessar o conteúdo das fotos de Claudia Andujar e de entendê-las como produto de uma relação de aproximação e transformação mútua entre ela e os Yanomami. Essa relação começou em 1971 e existe até hoje, mas assumiu diferentes formas ao longo dos anos. Nesse sentido, traçar sua trajetória de vida e entrecruzar com os acontecimentos que modificaram o modo de vida dos Yanomami devido ao contato com os brancos - principalmente a partir de 1970 com as políticas de desenvolvimento promovidas pelo governo federal na região norte do Brasil - é uma forma de situar a condição dessas imagens nos principais períodos que marcaram a relação entre a fotógrafa e os Yanomami.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)