Busca avançada
Ano de início
Entree

Interações humanas com o ambiente em diferentes sítios ao longo do tempo: aproximação Geoquímica à formação dos sítios Abrigo do Alvo, Abrigo Roncador, e Abrigo Maximiano

Processo: 18/14293-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de outubro de 2018
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2022
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Arqueologia
Pesquisador responsável:Astolfo Gomes de Mello Araujo
Beneficiário:Arlys Nicolás Batalla Crossa
Instituição-sede: Museu de Arqueologia e Etnologia (MAE). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):20/04283-0 - Sedimentos antropogênicos e não antropogênicos em abrigos: usando micromorfologia e mineralogia para explorar os processos de formação dos sítios Abrigo do Alvo, Abrigo Roncador e Abrigo Maximiano, estado de São Paulo, Brasil, BE.EP.DR
Assunto(s):Geoarqueologia   Geoquímica   Sítios arqueológicos   São Paulo   Fluorescência de raio X   Difração por raios X

Resumo

Os seres humanos contribuem tanto intencionalmente como incidentalmente à formação e transformação do ambiente onde eles moram, o que inclui tanto os objetos e construções que os/as arqueólogos/as habitualmente estudam como os sedimentos e solos. O presente projeto de doutorado visa contribuir para a compreensão das interações entre pessoas e sedimentos e solos, desde uma aproximação geoarqueológica aos processos de formação de três sítios arqueológicos em abrigo sob rocha no Estado de São Paulo. A proposta é articulada em dois casos de estudo: 1) comparação de processos deposicionais e pós-deposicionais dos sítios Abrigo do Alvo e Abrigo Roncador (município de Analândia), com características arqueológicas diferentes; 2) contribuição antropogênica nos sedimentos do Abrigo Maximiano (município de Iporanga). Os métodos propostos estão baseados na Geoquímica, mediante a análise multi-técnica comparativa de amostras de sedimento do interior e de pontos externos dos abrigos. Propõe-se o uso da Análise por Ativação com Nêutrons Instrumental (INAA) e da Fluorescência de Raios X (XRF) para determinação de grupos de elementos, e da Difração por Raios X (XRD) para determinação de minerais. Outros métodos poderão ser também utilizados de acordo com cada estudo de caso. A necessidade do uso de técnicas Geoquímicas na Arqueologia e a escassez de geoarqueólogos treinados em Geoquímica no Brasil justificam o presente projeto de doutorado. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
CASIMIRO S MUNITA; NICOLÁS BATALLA; ANGISLAINE FREITAS COSTA; JOANNA F. BARROS; ANDRÉ LUIZ NOGUEIRA; PATRÍCIA R. CARVALHO; PRISCILLA RAMOS CARVALHO. Explorando problemas arqueológicos com técnicas físico-químicas: a trajetória do Grupo de Estudos Arqueométricos do Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares, São Paulo, Brasil. Bol. Mus. Para. Emílio Goeldi. Ciênc. hum., v. 15, n. 3, . (18/14293-3)

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.