Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeito dos leucotrienos no metabolismo de lipídios em camundongos com diabetes tipo 1

Processo: 18/10230-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de outubro de 2018
Vigência (Término): 31 de março de 2021
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Imunologia - Imunologia Celular
Convênio/Acordo: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Pesquisador responsável:Sônia Jancar
Beneficiário:Nayara Pereira
Instituição-sede: Instituto de Ciências Biomédicas (ICB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):19/22369-2 - Efeitos metabólicos do LTB4 em macrófagos e na inflamação sistêmica de camundongos diabéticos tipo 1, BE.EP.MS
Assunto(s):Leucotrienos   Diabetes mellitus tipo 1   Macrófagos

Resumo

O diabetes tipo 1 (DT1) é uma doença metabólica associada com inflamação sistêmicade baixo grau. A perda de massa de gordura é uma das características do DT1 em pacientes eem camundongos. Nosso grupo demonstrou que camundongos DT1 apresentam níveissistêmicos elevados de leucotrieno B4 (LTB4), o qual está envolvido nas alteraçõessistêmicas e celulares no contexto de metabolismo e inflamação do DT1 Nós observamos quea programação de macrófagos para perfil classicamente ativado foi reduzido em camundongosDT1 deficientes da 5-lipoxigenase (5-LO, enzima produtora de leucotrienos), assim como emcamundongos DT1 em que o receptor de LTB4 (BLT1) foi antagonizado. Tambémmostramos que em macrófagos de animais DT1, a ativação do BLT1 aumenta captação delipídios e respiração mitocondrial de forma dependente da proteína desacopladora 1 (UCP1).Isso sugere que as alterações metabólicas causadas pelo LTB4 a nível celular podem estarrelacionadas com a perda de gordura observada neste modelo. Este projeto tem por objetivoinvestigar se os leucotrienos alteram o metabolismo lipídico sistêmico e em monócitos emacrófagos de camundongos DT1, e se estes eventos contribuem para a perda de gorduraassociada ao DT1. Para isso induziremos DT1 com estreptozotocina em camundongosselvagens WT e 5-LO-/-, e depois avaliaremos a o balanço energético, e os níveis circulantesde lipídios e glicerol no sangue. Também investigaremos a expressão gênica e protéica demarcadores relacionados com captação de lipídios, lipólise, oxidação de ácidos graxos,termogênese, e lipogênese em monócitos do sangue e em macrófagos peritoneais residentes.Nestas células também analisaremos o perfil da atividade respiratória mitocondrial. Ummelhor entendimento dos mecanismos envolvidos no metabolismo sistêmico e celular no DT1pode ajudar não apenas na prevenção das co-morbidades, como ajudar a esclarecer aspectoscomuns à desordem metabólica em outras doenças inflamatórias crônicas.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)