Busca avançada
Ano de início
Entree

Grãos de milho úmidos de destilaria na alimentação de bovinos 1/2 sangue Nelore e Angus confinados: consumo, comportamento ingestivo e saúde ruminal

Processo: 17/22923-4
Modalidade de apoio:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de junho de 2018
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2019
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Zootecnia - Nutrição e Alimentação Animal
Acordo de Cooperação: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Pesquisador responsável:Mário de Beni Arrigoni
Beneficiário:Maria Betânia Niehues
Instituição Sede: Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FMVZ). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Assunto(s):Ingestão
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:confinamento | ingestão | ruminação | subprodutos | Confinamento de bovinos

Resumo

Os custos com alimentação representam uma grande proporção dos custos totais da produção de carne bovina, tornando contínua a procura por alimentos alternativos e econômicos para uso na alimentação animal. Uma opção que vem ganhando destaque recentemente no Brasil, são os grãos úmidos de destilaria, devido ao início da produção de etanol a partir do milho. Diante do exposto, os objetivos do presente estudo serão avaliar os efeitos da inclusão de níveis crescentes de grãos úmidos de destilaria em dietas com milho moído no consumo, comportamento ingestivo e saúde ruminal de bovinos ½ Nelore-Angus em confinamento. Cem bovinos, machos, com peso inicial médio de 370 kg, delineados em blocos casualizados, divididos em quatro tratamentos 0; 15; 30 e 45% de inclusão de grãos de milho úmidos de destilaria da MS dietética. Para a avaliação de comportamento ingestivo, os animais serão observados durante 24 horas a cada 5 min, seis dias após o início do período de terminação e ao final do mesmo. A seletividade de ingredientes será avaliada por meio da coleta da dieta no dia da observação e sobra após 24 horas. As amostras de sangue serão coletadas pela punção da veia jugular de dois animais por baia, sete dias após o início do período de terminação e ao final do mesmo, para avaliar o perfil metabólico sanguíneo dos animais. Após 130 dias de cocho os animais serão abatidos em frigorífico comercial, sendo avaliados os índices de rumenites e abscessos hepáticos. Amostras de rúmen serão coletadas para avaliação morfológica e histológicas das papilas. Os dados obtidos serão submetidos à análise de variância utilizando-se o procedimento PROC MIXED do software SAS e o teste de Tukey para comparação de médias, considerando significativos valores de P<0,05. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
FERREIRA, MATEUS; NIEHUES, MARIA BETANIA; TOMAZ, LAIS AQUINO; BALDASSINI, WELDER; LADEIRA, MARCIO; ARRIGONI, MARIO; MARTINS, CYNTIA LUDOVICO; GIONBELLI, TATHYANE; PAULINO, PEDRO; MACHADO NETO, OTAVIO R.. Dry matter intake, performance, carcass traits and expression of genes of muscle protein metabolism in cattle fed increasing levels of de-oiled wet distillers grains. ANIMAL FEED SCIENCE AND TECHNOLOGY, v. 269, . (16/04478-0, 17/22923-4, 18/00981-5)
Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
NIEHUES, Maria Betânia. Grãos de milho úmidos de destilaria na alimentação de bovinos mestiços F1 Angus-Nelore confinados: consumo, comportamento ingestivo e saúde ruminal. 2019. Dissertação de Mestrado - Universidade Estadual Paulista (Unesp). Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia. Botucatu Botucatu.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.