Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação do efeito do suco do noni (Morinda citrifolia Linn) na cicatrização de feridas em ratos diabéticos

Processo: 17/08378-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de fevereiro de 2018
Vigência (Término): 30 de setembro de 2018
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Anatomia Patológica e Patologia Clínica
Pesquisador responsável:Tamara Veiga Faria
Beneficiário:Maria Fernanda Ribeiro Cury
Instituição-sede: Faculdade Faceres. Instituto Superior de Educação Ceres (UNICERES). São José do Rio Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Cicatrização   Ferimentos e lesões   Patologia   Diabetes mellitus   Antraquinonas   Modelos animais de doenças
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:cicatrização | diabetes | feridas | Noni | Patologia

Resumo

Introdução: A Morinda citrifolia Linn (Noni), trata-se de uma planta originária do sudeste da Ásia, introduzida recentemente nas regiões brasileiras como fonte alimentícia e matéria-prima de fitoterápicos. A Antraquinona, composto isolado de extratos do fruto Noni, é uma das principais substâncias responsáveis pela cicatrização de feridas. Esse composto orgânico estimula a migração e ativação de fibroblastos, além de diminuir a produção de metaloproteinases (MMPs). Em indivíduos portadores de Diabetes Mellitus, as antraquinonas também atuam de forma significativa na inibição das MMPs, favorecendo o processo cicatricial. Objetivo geral: Avaliar o efeito do Noni na cicatrização de ratos diabéticos; Objetivos Específicos: Avaliar o efeito do suco do Noni na glicemia de ratos diabéticos; Avaliar o tempo de cicatrização de feridas em ratos diabéticos tratados com o suco do Noni; Correlacionar o tempo de cicatrização com os valores glicêmicos; Avaliar possíveis alterações renais e hepáticas relacionadas ao uso do Noni; Avaliar o peso dos animais durante o período de tratamento e ingesta alimentar; Avaliar os resultados das análises bioquímicas (níveis ALT- (Alanina aminotransferase), AST- (aspartato aminotransferase), creatinina, uréia); Materiais e Métodos: Serão utilizados 14 ratos machos da linhagem Wistar, os quais passarão por indução química do diabetes utilizando-se Alloxana intraperitoneal. Somente os animais que desenvolverem diabetes serão utilizados nesse estudo, através de critérios de elegibilidade. A realização da ferida será por retirada de fragmento da pele do dorso do animal anestesiado. Os ratos serão divididos em 2 grupos, grupo controle (C) (n=7) e grupo noni (N) (n=7), ambos contendo animais com lesão e diabetes. Para avaliação da resposta terapêutica, as lesões serão diariamente fotografadas e mensuradas com paquímetro digital. Quando constatada cicatrização completa da ferida, os animais serão eutanasiados por altas doses anestésicas, procedendo-se a confecção de cortes histológicos para análise em microscópio. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)