Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação da atividade anti-Candida albicans dos principais monoterpenos presentes no óleo essencial de Cymbopogon nardus (L.) Rendle

Processo: 17/17934-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2017
Vigência (Término): 30 de novembro de 2018
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Farmácia
Pesquisador responsável:Taís Maria Bauab
Beneficiário:Veridiana de Sá Gomes
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Farmacêuticas (FCFAR). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araraquara. Araraquara , SP, Brasil
Assunto(s):Candida albicans   Cymbopogon   Óleos essenciais   Monoterpenos   Microbiologia   Antifúngicos

Resumo

Nos últimos anos o número de infecções causadas por microrganismos oportunistas tem aumentado, dentre eles, o gênero Candida destaca-se por sua patogenicidade. Esse fungo coloniza a microbiota humana, no trato gastrointestinal e na mucosa oral e vaginal, além de ser uma das maiores causas de infecções nosocomiais. As espécies de Candida por serem oportunistas podem causar infecções destacando-se a candidíase vulvovaginal (CVV) que é a forma mais comum de infecção fúngica oportunista. Para o tratamento da candidíase vulvovaginal e outras infecções ocasionadas por Candida se destacam os derivados dos compostos azólicos como o fluconazol e compostos poliênicos como a anfotericina-B. No entanto estes fármacos apresentam limitações, devido à natureza eucariótica das células fúngicas que se assemelham as células dos hospedeiros, portanto são fármacos que apresentam toxicidade, estreito espectro de atividade e pouca eficácia. Adicionalmente, a exposição inadequada aos antifúngicos convencionais acarreta a predominância de cepas resistentes, as quais expressam genes que possibilitam a sobrevivência do fungo. Dentre os fatores de virulência podem ser citados: a formação de biofilme, transição morfológica entre levedura e hifa, adesão a células do hospedeiro ou superfícies de materiais bióticos e abióticos e produção de enzimas hidrolíticas, como proteases, fosfolipases e hemolisinas. Cymbopogon nardus (L.) Rendle (citronela) pertence às gramíneas (Poaceae) e o seu óleo essencial é frequentemente empregado na perfumaria, cosméticos e como repelente de insetos em decorrência dos seus principais metabólitos como geraniol, citral, citronelal e citronelol. Estudos têm demonstrado a atividade desta planta como antifúngica, antibacteriana, antiviral e antioxidante. Estudo recente realizado pelo nosso grupo de pesquisa demonstrou a atividade antifúngica, in vitro, do óleo essencial das folhas de C. nardus (OE) frente às cepas padrões e clínicas de espécies de Candida, destacando a ação expressiva do OE sobre os principais fatores de virulência como formação de hifa e biofilmes maduros de C. albicans. Adicionalmente, nosso grupo desenvolveu estudo sobre a análise química do óleo essencial, reportando como compostos majoritários os monoterpenos oxigenados principais: citronelal (27,87 %), geraniol (22,77 %), geranial (14,54 %), citronelol (11,85 %) e neral (11,21 %). Estes resultados obtidos são promissores e incentivaram o desenvolvimento do presente estudo, o qual visa avaliar a atividade dos principais componentes majoritários do OE, como citronelal, geraniol, citronelol e citral (geranial e neral) sobre células planctônicas e biofilme maduro de C. albicans (cepa padrão e clínica), com objetivo de correlacionar a atividade antifúngica do OE com os seus principais componentes químicos. Além disso, ressaltamos que este estudo avaliará a combinação dos componentes químicos com os principais antifúngicos convencionais. Tais atividades serão avaliadas pela concentração inibitória mínima e concentração fungicida mínima, com leituras espectrofotométricas, e com o cloreto de 2,3,5-trifeniltetrazólio (TTC), potencial antibiofilme e checkerboard. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)