Busca avançada
Ano de início
Entree

Posicionamento por ponto combinado GPS e Galileo: uma análise do desempenho dos modelos ionosféricos Klobuchar e NeQuick em diferentes latitudes

Processo: 17/22223-2
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Mestrado
Vigência (Início): 01 de maio de 2018
Vigência (Término): 31 de outubro de 2018
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Geociências - Geodésia
Pesquisador responsável:Daniele Barroca Marra Alves
Beneficiário:Paulo de Tarso Setti Júnior
Supervisor no Exterior: Marcio Henrique Oliveira de Aquino
Instituição-sede: Faculdade de Ciências e Tecnologia (FCT). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Presidente Prudente. Presidente Prudente , SP, Brasil
Local de pesquisa: University of Nottingham, University Park, Inglaterra  
Vinculado à bolsa:16/24861-3 - Posicionamento por ponto GNSS: implementação e avaliação de novos modelos, sistemas e sinais, BP.MS
Assunto(s):Geodésia espacial   Sistemas de navegação global por satélite   Sistema de posicionamento global (GPS)

Resumo

O posicionamento baseado nos Sistemas Globais de Navegação por Satélite (GNSS - Global Navigation Satellite System) iniciou-se na década de 1970, quando o Sistema de Posicionamento Global - GPS (Global Positioning System) foi lançado. No final da década de 1990/início dos anos 2000, a União Europeia deu início ao desenvolvimento de seu próprio sistema, Galileo, que conta hoje com 15 satélites operacionais em órbita. A integração destes sistemas para atividades de posicionamento mostra-se vantajosa devido ao grande número de satélites disponíveis ao usuário, proporcionando melhor cobertura em áreas de visibilidade restrita, possibilidade de aumento na máscara e elevação, e possibilidade de obtenção de uma melhor geometria dos satélites. Os modelos ionosféricos Klobuchar e NeQuick foram desenvolvidos para usuários de simples frequência GPS e Galileo, respectivamente. Com esta pesquisa, busca-se avaliar o uso combinado destes dois sistemas no Posicionamento por Ponto usando efemérides precisas, e avaliar o desempenho dos modelos Klobuchar e NeQuick em diferentes condições ionosféricas e diferentes latitudes. A tendência é que no futuro estes sistemas funcionem em conjunto, melhorando a disponibilidade e acurácia do posicionamento geodésico. Neste sentido, este projeto se justifica pela necessidade de desenvolver pesquisa nesta área, especialmente no Brasil, em que poucos estudos foram desenvolvidos até hoje. O projeto será realizado na University of Nottingham, com um supervisor do Nottingham Geospatial Institute, com experiência na mitigação dos efeitos ionosféricos no GNSS. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)